Tons e mais tons de erotismo

Até o início desse ano, conhecia muitos poucos livros com caráter erótico e toques sobrenaturais, ou simplesmente romances eróticos. Sabia que vários dessas linhas existiam para o modelo de banca, do qual li muitos poucos e não gosto. Já do modelo de livraria, conhecia alguns de vampiro, tais como a famosa série A Irmandade da Adaga Negra e Midnight Breed ( ambos lançados no Brasil pela Universo dos Livros ). De vários e vários títulos do gênero, li o primeiro da série dos vampiros guerreiros, Amante Sombrio. Se você quiser saber mais detalhadamente o que achei, é só conferir minha resenha, contudo, já resumo: apesar de cenas picantes bem feitas, o resto da história perde o foco e o romantismo baseado em todo o sexo e desejo carnal parece forçado. Acredito ser fácil, nesse tipo de livro, se perder e apelar demais para as parte calientes. Afinal, o público alvo desses romances está esperando exatamente isso: o envolvimento dos dois e um arrepio da pele na descrição minimalista dos toques íntimos. Mas deixar isso em quase absoluto destaque é não saber explorar uma história, seus personagens e, como mencionei acima, apelar. Deve-se agradar o leitor, mas não praticamente escrever quase tudo que ele quer. Acredito que é essa a maior polêmica dos livros eróticos dessa onda mais atual. Agrada pelo foco, pois é exatamente o que os leitores chave estão esperando, mas não como livro, de modo que alguém que não curte o gênero ou aprecia uma boa história pode sair bem decepcionado…

Após falar um pouco da minha opinião sobre esse tipo de livro, vou abordar essa “moda erótica” que tem feito bastante sucesso.

Cinquenta Tons de Cinza já é polêmico somente pela história de sua produção. Inicialmente publicado em sites como uma fanfic de Crepúsculo, a ideia era erotizar a série de Stephenie Meyer. Mais tarde a autora colocou os capítulos publicados em seu próprio site, porém com algumas modificações que afastavam a aproximação com os livros de Meyer. Quando publicado em formato ebook e impresso, o título Master of the Universe foi descartado, além do original ser divido em três volumes. O sucesso foi absoluto, chegando a vender mais que a série Harry Potter na Amazon.com. O livro é narrado pelo ponto de vista de Anastasia, uma jovem universitária que se envolve com o rico, atraente e misterioso Christian Grey. Acontece que o relacionamento dos dois tem termos um tanto incomuns e um caráter sexual bem latente. O livro conta com um elemento que foi muito criticado: BDSM ( bondage (prazer em amarrar e prender o(a) parceiro(a) )/disciplina, dominância/submissão, sadismo/masoquismo ). Esses detalhes são um exemplo do que está por trás do relacionamento dos dois. O livro está recebendo críticas variadas, porém, seu sucesso é inegável. Foi vendido para diversos países – inclusive para o Brasil, vendido para a Intrínseca num leilão milionário – e teve seus direitos de adaptação comprados também por um valor bastante alto. A versão brasileira mal chegou às livrarias e já vendeu boa parte de sua tiragem inicial.

Cinquenta Tons de Cinza está no papel de Crepúsculo e Jogos Vorazes na onda dos livros eróticos. Enquanto o primeiro e o segundo inspiraram uma inundação de, respectivamente, livros vampíricos e distópicos, a trilogia “pornô para mamães” está inspirando mais e mais romances com toques picantes e sedutivos. Um fato interessante é que, pelo menos as capas brasileiras desses livros, tem sempre a cor cinza. Coincidência?

Toda Sua é o primeiro volume da série Crossfire, de Sylvia Day. Não consegui encontrar muitos detalhes sobre o enredo. Fala sobre Eva, uma mulher que se apaixona por Gideon. Os dois se envolvem num intenso e picante relacionamento. O romance foi bastante comparado com Cinquenta Tons de Cinza e tem uma sequência com previsão de lançamento para Outubro no exterior. Dentre os comentários sobre a história, foi destacada a escrita da autora e as cenas calientes bem descritas. O livro tem previsão de lançamento para esse mês no Brasil, pela editora Paralela, selo da Companhia das Letras.

Belo Desastre é o mais jovem dos lançamentos eróticos. Conta a história de Abby, uma menina do estilo certinha, e Travis, um bad boy sedutor. O rapaz tenta conquistar a jovem a todo custo, mas não obtém sucesso. Decide então propôr uma aposta: se ele perder, ficará sem sexo por um mês; se ela perder, terá de morar no apartamente dele pelo mesmo período. Abby acaba perdendo e se muda para o apartamento de Travis, com quem iniciará um relacionamento conturbado com muito drama, incerteza, romantismo e, é claro, sexo. A autora anunciou que está escrevendo o mesmo livro pelo ponto de vista de Travis. Há projetos para uma série com os personagens coadjuvantes, mas nada confirmado ou que prometa seguir a mesma linha erótica.

Extra

Clássicos eróticos: Uma editora britânica irá lançar clássicos ingleses em uma adaptação erótica. Os escolhidos foram: Orgulho e Preconceito, no qual os fãs poderão ver um pouco mais de ação entre um dos casais mais famosos da literatura; Sherlock Holmes – Um estudo em Vermelho, onde o detetive e seu fiel escudeiro, Watson, estariam tendo uma intensa relação homossexual; e Jane Eyre, no qual a tensão sexual entre o casal finalmente não será mais reprimida. A crítica não tem sido muito boa e os livros tem sido chamados de coleção de pornô, ao invés de erótica. Contudo, a notícia é bem interessante.

E você, o que acha dessa onda de livros eróticos? Já leu algo do gênero? Leu alguns dos livros citados? Comente! 😉

Destaques: Conheça a “Geração Subzero”

Em Geração Subzero iremos encontrar contos de autores bem conhecidos e bem comentados pelos leitores, mas ignorados pela crítica. Como bem diz o subtítulo: 20 autores congelados pela crítica, mas adorados pelos leitores. Felipe Pena, jornalista e escritor, reuniu vários autores encontrados em sites e blogs etc, lidos e comentados por leitores, mas sem nenhum destaque na crítica literária – bem conhecida por seu caráter elitista e excludente. O livro será publicado em Julho pela editora Record e já tem dois grandes lançamentos marcados com a presença de vários dos nomes que tanto gostamos. Conheça mais abaixo sobre a ideia da antologia, pelas palavras do organizador:

As coletâneas costumam ser pretensiosas e elitistas. A revista Granta, por exemplo, teve a pretensão de apresentar os vinte melhores autores brasileiros com menos de quarenta anos. Mas que critérios definem os melhores? E quem define esses critérios? Figurinhas carimbadas pela “mídia especializada” e referendadas pelas panelas literárias levam vantagem nessa escolha?

            Talvez a atitude mais honesta seja assumir que a escolha é pessoal, como fez o crítico Nelson de Oliveira, organizador do livro Geração 00, que, ainda assim, manteve o caminho da pretensão, ao tentar reunir os melhores autores de uma década.
            Esses autores não estão preocupados com os leitores, mas apenas com a satisfação da vaidade intelectual, baseando suas narrativas em jogos de linguagem que têm como objetivo demonstrar uma suposta genialidade. É estranho que boa parte deles manifeste preocupações sociais e tendências políticas progressistas em suas entrevistas, enquanto suas práticas profissionais os levam a uma torre de marfim representada por feiras e festivais que os mitificam como ícones da literatura para aqueles que também se enxergam como elite.
Felizmente, há uma massa de leitores no país que ignora essa tentativa de forjar novos cânones para a literatura. É um público que se preocupa apenas com o prazer da leitura, com a relação afetiva com o livro, com as reflexões que uma história bem contada pode provocar e com a socialização dessas histórias e dessas reflexões. Sim, a socialização, pois aquele que tem prazer na leitura sempre recomenda o livro ao amigo mais próximo.
  É para esse leitor que a coletânea Geração Subzero foi organizada. Aqui estão vinte autores congelados pela “crítica especializada”, mas adorados pelo público. Este livro não é uma antologia. Os contos e autores não têm a pretensão de figurar entre os melhores de sua geração ou estilo. Tampouco foram escolhidos exclusivamente pelo organizador da obra, que apenas observou os nomes comentados em redes sociais, blogs, salas de aula e grupos de discussão cujo objeto era simplesmente o prazer da leitura, além de ouvir os signatários do Manifesto Silvestre, um documento que defende o entretenimento como conceito de valor na literatura.
            Todos os autores aqui reunidos cederam seus direitos autorais para a ONG “Ler é dez, leia favela”, que forma leitores no Complexo de favelas do Alemão, no Rio de Janeiro. Como Silvestre da Silva, personagem de Camilo Castelo Branco no livro Coração, cabeça e estômago, os escritores da Geração Subzero colocam a cara na vidraça e esperam pelas pedras e flores. Mais pedras do que flores. Os trocadilhos vão causar indigestão e os intelectualismos, cefaleia. Mas o coração não será atingido.
Os dois penúltimos parágrafos para mim são os mais interessantes e ilustram melhor a proposta do livro. Estou bem animado com o lançamento. O livro conta com vários autores que sempre tive curiosidade de ler, e dois, em especial, que gosto muito: Eric Novello e Helena Gomes.
Saiba mais sobre os lançamentos:
No Rio de Janeiro ( 11/07):
18h30 – Abertura do evento feita pelo presidente da Fundação Biblioteca Nacional. Leitura de contos pelos meninos da ONG Ler é dez, leia favela e bate-papo com o organizador e os autores da coletânea.
20h – Coquetel e sessão de autógrafos.
Em São Paulo (17/07):
19h – Sessão de autógrafos com alguns dos participantes da coletânea.
Gostaram do livro? Querem ler o conto de algum autor em especial? Vão comparecer aos lançamentos? Compartilhem sua opinião conosco!
Fontes: Informações sobre os eventos de lançamento retirados do blog Leitora Viciada e o texto da orelha foi retirado do site Curioso Inovador.

Destaques: Condenáveis – Uma História de Pai e Filho

Conheçam o romance Condenáveis – Uma História de Pai e Filho, do jornalista e blogueiro Leonardo Torres ( Confira seu blog, o Fala Leonardo!). Abaixo a sinopse e capa do livro:

Sinopse: Ele descobriu que o pai havia sido preso através de um programa de TV. No início, sentiu culpa e vergonha por acreditar ser filho de um criminoso. Depois, raiva e aversão. Tudo o que queria era distância. Policial civil conhecido pelo combate ao tráfico de drogas, o pai foi acusado de venda de armas e repasse de informações sigilosas a traficantes procurados no Rio de Janeiro. Era a chamada Operação Guilhotina, que ocupou os noticiários nacionais em 2011. Estudante de Jornalismo, o filho tinha pânico que os colegas de trabalho descobrissem sua ascendência. Nunca pensou em visitar o pai na cadeia ou em telefonar para ele após sua libertação. O filho condenou o pai e, neste livro, explica o porquê.

Adicione no skoob: http://www.skoob.com.br/livro/236784

Compre seu exemplar: Versão Impressa , Versão digital

Leia o primeiro capítulo: http://falaleonardo.files.wordpress.com/2012/05/condenc3a1veis-primeiro-capc3adtulo-grc3a1tis1.pdf

Destaques: Rosa Imortal

Já conhecem o romance sobrenatural da brasileira Tâni Falabello? Confira abaixo a capa e a sinopse do livro Rosa Imortal:

Sinopse: Rosa Imortal traz vida à Londres da década de sessenta, onde a jovem jornalista e agente do governo britânico Eileen Lancaster Hartmann se vê envolvida por uma série de assassinatos do corpo diplomático. A trama se complica com o desaparecimento e morte de seu namorado Jason Pearson, levando Eileen a adentrar em um mundo paralelo e desconhecido, um mundo que ela acreditava só existir em lendas urbanas. Acompanhada de sua inseparável amiga Loren Halmenschläger, uma alemã adotada ainda criança por uma família inglesa, e de seu insano amigo Marcello Guttinger, um italiano com uma visão única da “vida”, Eileen enfrenta diversos perigos e aventuras. Uma história envolvente que leva o leitor a conhecer os mais vis segredos de uma política paralela em Londres, onde seres ancestrais governam e se digladiam por poder, num jogo de intrigas e trapaças, onde os humanos são meros peões descartáveis.

>> Adicione o livro no skoob

>> Conheça o site do livro

>> Compre seu exemplar

E aí, pessoal? O que acharam do livro? Comentem! 😀

Destaques: Paixão de Internet

Não há como negar que a internet mudou as relações amorosas. Os vários recursos impostos por essa ferramenta ampliam as formas de comunicação como também permitem que mais pessoas se conheçam. É mais simples de fazer amizades e achar perfis compatíveis, isso tudo ainda sem sair do lugar, vantagem para os tímidos que não se aventuram a abordar figuras interessantes na rua. Você é capaz de conversar sobre o que pensa, o que sente, o que gosta e o que faz com alguém que possui poucas fotos a sua disposição – isso se quer há fotos. E a vergonha pode nem chegar a existir, pois a distância que separa os dois impede, muitas vezes, o encontro cara a cara – ou pelo menos tarda o seu acontecimento. Romances atuais que trazem essa temática exploram os recursos que hoje temos para desenvolver complicadas e divertidas paixões virtuais.  Lembro-me de um livro juvenil muito bom que li há um tempo, Romeu@Julieta.com.br, o qual recontava o clássico shakespeariano com conversas por emails e bate papos. Esses livros são interessantes por explorarem exatamente essa questão comentada, a de conhecer tudo sobre a pessoa desejada e talvez nada ao mesmo tempo. Dividir sua intimidade com alguém que você nunca encontrou com. Histórias que desenvolvem essas propostas prometem livros nada menos que interessantes, levantando uma questão cada vez mais presente hoje em dia.

E por isso que trago aqui hoje dois lançamentos que abordam exatamente o que conversamos sobre: a paixão de internet. O primeiro é um lançamento para Maio da Editora Cia das Letras que reconta o clássico de Gabriel García Márquez, O Amor nos Tempos do CóleraJustamente por estarmos em outra era que o escritor brasileiro Vinicius Campos escreveu O Amor nos Tempos do Blog, um romance no qual o tímido Ariza declara seu amor por meio de um portal na internet. O segundo trata-se de um lançamento também para Maio da Editora Suma das Letras. Entitulado @mor, o romance do escritor austríaco Daniel Glattauer narra a história de duas pessoas que acabam se conhecendo numa troca de emails por engano e acabam desenvolvendo uma forte atração um pelo outro. Interessados? Confiram abaixo as capas e sinopses de ambos os livros citados:

Conta a história de Ariza, um jovem que vai à biblioteca de sua escola para devolver o livro “O amor nos tempos do cólera” e vê uma linda menina e se apaixona. Sem ter coragem de declarar o seu amor ele começa a escrever um blog. Uma história dos dias de hoje, onde os amores às vezes nascem de blog para blog, e com certeza, você também vai se apaixonar por esse livro!

 >> Conheça o blog do autor

Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Leo Leike, ainda digerindo o fracasso de seu último relacionamento, responde de forma espirituosa a duas mensagens enviadas por engano por Emmi Rothner, casada. Inicialmente, ela só queria cancelar uma assinatura de revista.

Depois, inclui Leo por engano entre os destinatários de um e-mail de boas festas. Na terceira troca de e-mails, o mal-entendido dá lugar à atração mútua, reforçada pelo fato de um nunca ter visto o outro.

Nada como a curiosidade instigada por frases bem encadeadas chegando a intervalos regulares numa caixa postal eletrônica para que os dois se esqueçam dos possíveis impedimentos. A cada dia, Leo e Emmi se sentem mais impelidos a marcarem um encontro. Após trocas contínuas de mensagens, está claro para ambos que o marido dela e as feridas emocionais dele não serão obstáculos para que marquem um encontro. O único obstáculo real é a insegurança de ambos quanto à transformação da fantasia em realidade. A expectativa é uma faca de dois gumes e a realidade pode não estar à altura.

>> Confira o booktrailer do livro

Fontes: Informações sobre O Amor nos Tempos do blog retiradas do Burn Book.

Está chegando “O Resgate do Tigre”!

Quem nos acompanhou no final do ano passado sabe como A Maldição do Tigre esteve presente aqui no blog. Teve uma resenha na qual elogiei muito a obra e até uma entrevista com a autora, uma figura inteligente e simpática que nos contou coisas muito bacanas. Comentários positivos não faltaram ao livro, resenhado por inúmeros blogs que descreviam o quanto a história os tocou e, principalmente, o quanto estavam animados com a sequência. Recebemos, inclusive, alguns emails perguntando quando o segundo volume seria lançado e sempre era possível ver algumas exclamações de animação quanto a continuação da história. Mas agora a espera acabou. De capa e sinopse oficiais liberadas, O Resgate do Tigre chega às livrarias brasileiras no dia 9 de Maio. E os leitores do primeiro volume da série não poderiam estar mais felizes. Mas antes de mergulharmos nessa nova aventura de Kelsey, que tal formularmos algumas expectativas para esse novo volume e, principalmente, o que queremos que ele traga!

ATENÇÃO! A PARTIR DESSE PONTO O TEXTO REVELA SPOILERS SOBRE O PRIMEIRO LIVRO DA SÉRIE A MALDIÇÃO DO TIGRE!

 

Sinopse: Fé. Confiança. Desejo. Até onde você iria para libertar a pessoa amada?

Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas.

Além de lutar contra macacos d’água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos.

Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey.

Em O resgate do tigre, a aguardada sequência de A maldição do tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.

Após abandonar seu grande amor na Índia, Kelsey Hayes volta para o Oregon e se esforça para juntar os pedaços de seu coração. Porém, por mais que tente levar uma vida normal ocupando seu tempo com a faculdade, novos amigos e pretendentes, seus pensamentos teimam em retornar para as selvas exuberantes, as cachoeiras cintilantes e os olhos azul cobalto de seu tigre.

Enquanto sonha com o dia em que Ren atravessará o oceano atrás dela, Kelsey não imagina que é caçada pelo maior dos malfeitores, que está mais uma vez com sede de poder. Presa a um turbilhão de provações, ela é arrancada daquele que ama e lançada nos braços de outro.

Forçada a partir imediatamente numa segunda busca, Kelsey encontra o paraíso no Tibete e vive seu pior pesadelo ao retornar para a Índia.

Com grandes revelações e reviravoltas, O resgate do tigre dá continuidade à saga épica A maldição do tigre.

Em nossa entrevista, quando perguntamos sobre o que os leitores brasileiros poderiam esperar de O Resgate do Tigre, Colleen disse:

Cada um dos meus livros tem uma tema. A Maldição do Tigre é o livro da terraO Resgate do Tigre é o livro do ar. Eu incorporei alguns elementos de Um Sonho numa Noite de Verão, de William Shakespeare nesse livro. Veremos Kelsey de volta a sua casa, no Oregon, enquanto ela tenta colocar sua vida nos trilhos, mas a maldição irá varrer ela de vota para um mundo de perigos e intrigas. O Resgate do Tigre contém minhas cenas favoritas na série e o romance arde nas páginas.

Considerações: Nesse segundo volume da série, veremos Kelsey de volta à Índia com uma importante missão: salvar seu amado Ren ( creio que daí que venha o título O Resgate do Tigre ). Um personagem bem interessante que se juntou ao grupo no final do livro 1, Kishan, parece ganhar mais destaque nessa sequência. E quem já esperava por algum envolvimento dos dois, há forte indícios de que terá alguma coisa rolando…

O que esperar: Uma aventura mais perigosa e sombria, já que o grande vilão da saga teve seu interesse despertado.

Um triângulo amoroso mais sólido, por conta da aproximação de Kelsey e Kishan.

Um afastamento de Kelsey e Ren. As coisas já não estavam muito boas com os dois no final do primeiro livro. Com a captura dele no segundo, é questionável como o relacionamento deles ficará e provável que não tenham muitas cenas suas ao longo do romance.

O que eu quero no livro: Uma relação mais forte entre Kelsey e Kishan.

Um desenvolvimento mais completo de Kelsey. É uma coisa bem complicada de se pedir de um livro pro outro, mas bem gostaria de ver nossa heroína mais decidida, com menos inseguranças.

Lugares mais bem descritos. Uma coisa que reclamei na resenhei foi a pobre descrição de lugares, ao passo que os personagens, trajes e comidas eram bem detalhados. Colleen sempre nos leva para cidades e selvas magníficas, gostaria de poder mergulhar mais nelas, poder lê-las com mais clareza.

Uma aventura mais sombria e desafiadora. Fiquei animado com o epílogo do primeiro volume. O grande vilão da saga parece ser ótimo, queria uma participação sua nesse volume.

Um gostinho de quero mais. Para os que ainda não sabem, a saga foi estendida  de quatro para cinco volumes. Além desse maior quantidade de história a ser contada, não é toda série que se mantém durante suas continuações. Espero que Colleen continue prendendo seus leitores com seu enredo e escrita maravilhosos, tornando-nos desesperados para o lançamento de Tiger’s Voyage no Brasil!

Vídeos interessantes:

Uma entrevista bem bacana com a autora, legendada pela Editora Arqueiro:

O booktrailer em inglês do segundo volume:

E você? O que espera da continuação de A Maldição do Tigre? Comente o que estamos aguardando do livro e nos conte suas próprias expectativas 😉

Destaques: Sequências de duas séries de fantasia da Universo dos Livros

A editora Universo dos Livros divulgou as continuações de duas de suas séries de fantasias. São estas:  Faeriewalker e 13 to life. A primeira trata-se, na verdade, de uma trilogia sobre fadas que já teve dois volumes resenhados aqui no blog. Esse mês ainda teremos a resenha do segundo, Shadowspell. Confira abaixo a capa e a sinopse não oficial do livro:

Sinopse não oficial: Neste volume, Dana é convidada a ir a Faerie para ser oficialmente apresentada à Corte Seelie. Porém, Titânia, a rainha, a quer morta. O convite não pode ser recusado e Dana, seu pai e seus amigos rumam a uma viagem cercada de perigos, ataques, ameaça e medo. Será que ela conseguirá vencer esses desafios? Uma saga surpreendente, recheada de aventuras e romance.

>> Sirensong tem lançamento previsto para o final de Abril. Você pode conferir a resenha dele escrita pela Dana.

>> Não conhece a série? Confira a resenha do primeiro volume!

>> Adicione no skoob!

Já a 13 to Life é uma série sobre lobisomens de, até agora, 4 livros lançados no exterior, sendo que o quinto tem previsão para ainda este ano. Chega agora ao Brasil o segundo volume, que está sem data de lançamento. Provavelmente veremos ele nas livrarias ainda neste semestre. Confira abaixo a capa e a sinopse não oficial:

Sinopse não oficial: Nada é simples quando você anda com lobisomens. Jess Gillmansen pensa ter visto de tudo, mas seus olhos estão prestes a abrir para ainda mais perigo e realidade, um tanto mais paranormais do que ela suspeitava. Com sua realização de que a mãe de Rusakova está viva e aprisionada, a escolha do grupo se torna mais difícil e a confiança mais importante. As linhas estão traçadas e as relações mudam quando a falida família Rusakova luta para se reunir a fim de libertar sua mãe – e aqueles que Jess achava serem pessoas normais se mostram ser bem mais do que isso… [Tradução: Victor Schude – Blog das Resenhas]

>> Confira mais sobre a série no Sobre Livros!

>> Adicione no skoob!

O que acharam dos lançamentos? Curtem essas séries? Comentem! 😀