Resenha: A corrida de Escorpião – Maggie Stiefvater

A Corrida de EscorpiãoEditora: Verus

Autora: Maggie Stiefvater

Páginas: 378

A cada novembro, os cavalos d’água emergem do oceano e galopam na areia sob os penhascos de Thisby. E, a cada novembro, os homens capturam esses cavalos para uma corrida eletrizante e mortal. Alguns cavaleiros sobrevivem. Outros, não.

Aos 19 anos, Sean Kendrick já foi quatro vezes campeão. Ele é um jovem de poucas palavras e, se tem medos, guarda-os bem escondidos, onde ninguém possa vê-los. Puck Connolly é uma novata nas Corridas de Escorpião. Ela nunca quis participar da competição, mas o destino não lhe deu muita escolha. Sean e Puck vão competir neste ano, e ambos têm mais a ganhar – ou a perder – do que jamais pensaram. Mas apenas um deles pode vencer.

Todo ano, os cavalos d’água, famintos de carne e vorazes, submergem para os homens (não no sentido genérico da palavra, e sim só homens mesmo) capturá-los e participarem da corrida de escorpião.  Para Puck (Kate) Connolly, as corridas só trazem péssimas lembranças. Mas agora que seu irmão mais velho está deixando ela e seu irmão caçula na ilha para viver no continente, Puck é obrigada a participar das corridas e competir com o invicto por 4 anos, Sean Kendrick – que quer mais do que tudo ganhar esse ano.

Esse livro é da Verus, um selo da editora Record, e eu posso dizer que fui a primeira (que não era da editora e ou da distribuidora) a por as mãos nos exemplares. Fui eu que abri a caixa, tive um infarto, e coloquei nas prateleiras.  Não esperei um segundo: separei o meu e comprei no mesmo dia. Adoro a escrita da Maggie, desde Calafrio (e só não comprei o segundo e o terceiro por causa da cagada da editora com as edições. Uma grande, outra pequena e outra grande ). Ela é super criativa e sempre me encanta com as suas releituras de lendas.

Puck é a primeira garota a competir na corrida (e só por isso ela já entra na minha lista de garotas badass da literatura), e é claro que os homens da ilha não estão nada felizes com isso. Porém, o campeão Sean a ajuda e defende ela.  E pouco a pouco eles começam a se tornarem amigos e a treinarem juntos para a corrida.

O livro começa devagar, mas conforme você vai avançando, você se acostuma com o estilo de escrita da Maggie e acaba devorando o livro. A história é totalmente original e envolvente. As personagens são reais, apesar de fazerem parte de um cenário com criaturas fantásticas. Puck não é a tipica garota que faz as coisas porque ninguém acha que ela vai conseguir. Ela tem propósito e você torce por ela a cada página. Sean é um dos personagens masculinos mais encantadores e charmosos que eu já vi. Ele é aquele cara que toda garota quer.  De poucas palavras, mostra o que está sentindo por ações.

Além dos dois personagens principais, o meu preferido é o irmão mais novo da Puck, o Finn. Ele é engraçado e muito fofo, sempre está apoiando a irmã. Você vê amor nos atos dele, e acima de tudo, preocupação fraterna. Quando descobre que Puck vai correr num capaill uisce, fica chateado e preocupado com ela.

O livro é cheio de magia e encanto. Não se preocupe se você não entender de primeira sobre o que eles estão falando, irão explicar mais para frente – já que a lenda dos capaill uisce é uma lenda irlandesa, que é uma cultura bem distante da nossa ou de muitos outros países. Maggie Stiefvater sabe como conduzir a história de uma forma simples e ao mesmo tempo elaborada. Ela consegue satisfazer tanto aos garotos, com sua história de cavalos assassinos, e as garotas, com o amor sincero entre Puck e sua família e Puck e Sean.

Envolvente, magico, original e mais outros adjetivos. O livro te transporta para um cenário totalmente novo e te faz querer participar dessa corrida mortal por um minutos.

A expressão de Sean não muda.

– Não serei eu a machucá-la. Você sabe enfaixar uma perna?

– Eu nasci enfaixando pernas – digo duramente porque fui insultada.

– Deve ter sido um parto desafiador.

Anúncios

Sobre Isadora Emi Iwahashi

Paulistana e 50% japonesa, estudante de Letras com habilitação em Tradutor e Intérprete, viciada em livros (qualquer gênero, pois tenta não julgar o livro antes de lê-lo), com uma mania de assistir mil e um seriados e animes, adora conversar e ficar o dia inteiro na internet.

Um pensamento sobre “Resenha: A corrida de Escorpião – Maggie Stiefvater

  1. Tendo um pequeno surto porque eu estou louca por esse livro <33 Também amo a escrita da Maggie desde Calafrio, que li num BT, então nem tenho os livros, já que o segundo peguei emprestado e não li o 3º ainda… Mas preciso comentar aqui: Quando vi os três livros na livraria, um do lado do outro, eu quis dar um soco no pessoal da Agir. Que bela cagada, ein?!
    Enfim, voltando uhauhuha ameeei a resenha *-* me animou ainda mais pra ler essa nova série da maggie ❤ mas juro que antes de ler esse, termino os lobos de mercy falls uhauhauhauh

    Xx
    Hangoverat16.blogspot.com

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s