Animais Fantásticos 34# – Quimeras

É, gente, eu sei que o post tá mais atrasado do que seria  aceitável, mas eu fui vencido por uma combinação mortal das piores coisas existentes: Matéria muito atrasada graças a uma greve de quase três meses, muita coisa pra estudar para um maldito teste em dupla de química (O que significa que terei que carregar alguém nas costas em mais de uma matéria) e, acima de todas estes citados anteriormente… O calor. E não estou falando de calor de uns 30 graus… AH, não. Estou falando do calor de verdade, aqueles malditos 41,3 graus secos bem no INVERNO. Aquele calor que faz parecer que o diabo tem ar-condicionado… Tá já falei demais…

Melhor irmos direto ao ponto, uma quimera é um m0nstro que se mostra em um grande número de formas diferentes. Sendo estas, apesar de serem bem diferentes na aparência, possuem algumas coisas em comum: São formadas por partes de corpos dos mais diversos animais e também pela capacidade de soltar fogo pelas narinas.

Na mitologia grega ela aparece em muitas lendas diferentes que costumam se contrariar fortemente em relação a sua origem. Algumas dizem que ela nasceu (Na mitologia grega ela é geralmente um ser único.) do “relacionamento” da maligna Equidna com o temível Tífon, ou Tifão, (Que também é o pai de muitos dos monstros da mitologia grega, sendo muitos deles terem sido mortos por semideuses como Hércules.) enquanto outras dizem que ela veio do cruzamento da Hidra de Lerna coi o Leão de Neméia.

A aparência de uma quimera pode ser qualquer mistura entre partes de diferentes animais. As mais comuns incluem:  cauda de cobra, cabeça de leão, corpo de leão, uma segunda cabeça de dragão, cauda de escorpião, e por aí vai. Mas um fato bem interessante é que as quimeras podem acabar adquirindo algum poder relacionado a veneno caso alguma de suas partes seja a de um animal peçonhento, como a cauda de escorpião.

A forma mais normal de se encontrar das quimeras é: Três cabeças: Leão, cabra e dragão. Uma cauda de cobra e TALVEZ algumas asas semelhantes as de dragão. Agora misture tudo isso em uma panela bem grande e asse a 500 graus. 

As quimeras também ficaram bem populares como inimigos mais fracos de video-games e talvez até chefes de início de jogo. Isso graças a sua fama e uma aparência mediamente assustadora.

No meio da literatura atual alguns heróis também tiveram contato com essas terríveis bestas. Percy Jackson, por exemplo, enfrentou uma logo no começo de suas aventuras e só sobreviveu graças a “ajuda” que ele ganha quando dentro d’água. Outro também é aquele que atende pelos nomes de Número Quatro ou John Smith (Eu sou o número quatro) acabou ganhando a ajuda de uma quimera, com a exceção de que essa é um alienígena e consegue mudar de forma, apesar de sua forma original lembrar bastante uma quimera clássica.

Anúncios

Um pensamento sobre “Animais Fantásticos 34# – Quimeras

  1. Quimeeeras ❤ na minha cabeça elas tem só duas cabeças (faz sentido?) e tem aquelas asas vermelhas de dragão HAUUHAUH Gosto muito dessas coisas de mitologia, apesar de saber bem pouco sobre. Mas né, ou a gente estuda pra faculdade, ou Mitologia. 😦 sad.
    E verdade, tinha até esquecido que em Eu Sou O Número Quatro aparece Quimera… Deve ser porque nem gostei muito do filme -q Enfim.
    Quanto ao calor… Nem falo nada, viu. Como as pessoas esperam que tenhamos força/concentraçao pra fazer qlqr coisa quando estamos quase virando pasta de gente? Ewr

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s