Um novo começo, bienal do livro 2012 e promoção

Bom, antes de mais nada, acho legal eu me apresentar. Meu nome é Isadora, tenho 18 anos e estou na faculdade cursando Letras – Habilitação Tradutor e Intérprete. Eu tinha um blog e era staff do site oficial da Anita Blake. Vocês vão me ver uma ou duas vezes por aqui no blog, falando – obviamente – sobre livros.  Bom, chega de apresentações (porque eu sou péssima nisso) e vamos ao que interessa!

No dia 07/08 eu encarei o desafio de ir trabalhar na bienal 2012 e eu sinto dizer para vocês,  trabalhar na bienal não é tão glamoroso quanto todo mundo pensa.  O pessoal da organização (da bienal e não do estande) é na verdade verdade o pessoal da desorganização. Quem é expositor não tem preferência pra nada, não pode pegar aquele ônibus gratuito primeiro, não pode ir na frente das pessoas nas filas da praça de alimentação (sendo que todo mundo sabe que nós só temos 1 hora para comer. E todos os dias, sim TODOS OS DIAS, eles abriram a bienal 30 minutos mais cedo, e os nossos queridos leitores encontravam tudo bagunçado, sujo e fora do lugar.

Apesar desses pesares, eu tive ótimos momento com a editora Record. O pessoal de lá é super simpático e eu adorei trabalhar com a maioria. O pessoal que estava na luta comigo para atender  leitores furiosos  (e alguns bem mal educados) e com sede de conhecimento,  eram umas fofas (sim trabalharam só mulheres no meu turno… fazer o quê?) e o resto do pessoal… Bem, vocês que já trabalham devem saber que sempre rola uma desentendimento em áreas diferentes, então vamos dizer que as atendentes e as caixas não se falavam muito.

Bom, agora eu vou fazer como se fosse um mini diário e contar tudo para vocês que teve de mais importante naquele dia.

Dia 8/08: Todo mundo sabe que os livros não se colocam no lugar, então lá fui eu carregar caixa e colocar os livros nas prateleiras. Carregar caixa e colocar livros nas prateleira. Carregar caixas e colocar nas prateleiras. E isso se repetiu das 10h até 17h, tudo no lugar para receber vocês, meus caros leitores.

Dia 9/08: Primeiro dia da bienal e eu digo uma coisa, quem não veio nos dois primeiros dias perdeu uma grande oportunidade de passear com calma e poder ver tudo sem aquele tumulto. Foi um dia meio morto, no final nós mais ficamos arrumando as prateleiras do que outra coisa… Ah! E a Patricia Barboza, autora de ‘As Mais’ estava lá para divulgar seu livro dar autógrafos.

+ Tinha uma bancada muito mágica que tinha livros por 10 reais!!

Dia 10/08: Um dia calma, porém vieram algumas excursões escolares, então nem foi tão calmo assim… Ah, fora a menina que chorou porque a biografia do One Direction não tinha chegado ainda. aff Ah! E a Patricia Barboza (autora de ‘As Mais’) estava lá.

Dia 11/08: Sábado, o dia da semana que mais lota a bienal. Muita gente procurando coisa, tirando tudo do lugar e não colocando de volta, e me xingando porque os livros estavam caros, mas  PQP não sou eu que coloco o preço nos livros, e depois tinha o desconto progressivo. Ah, e nesse dia teve a Cecily a autora do GG estava lá para uma sessão de autógrafos e todos os livros dela estavam com 30% de desconto! Nem preciso dizer que o povo se jogou nos livros dela e teve uma fila IMENSA só por alguns minutinhos para pegar o autógrafo dela e tirar uma foto. (agradeço novamente o Gabriel que conseguiu para mim o autógrafo dela no meu Com Louvor). Ah! E a Patricia Barboza (autora de ‘As Mais’) estava lá.

Dia 12/08: Dia dos pais, vocês não queriam que a bienal fosse movimentada nesse dia, queriam? Só uma menina maldita que me parou falando que os livros eram caros e teve a CARA DE PAU de ir falar com o Adriano (ele trabalha na Record) e falar a mesma coisa pra ele. Que menina folgada, não quer o livro, coloca de volta no lugar e vai embora bitch.

O Carlos Ruas, autor de Boteco dos Deus estava lá, para uma breve, porém movimentada sessão de autógrafos. Ah! E a Patricia Barboza (autora de ‘As Mais’) estava lá.

Dia 13/08: Dia de semana normalmente é dia de excursão escolar, foi tudo bem calmo e eu me surpreendi como os adolescentes gostam de ler (quem disse que o jovem não gosta de ler mesmo?) E finalmente (ou não) a biografia do One Direction chegou. Ah! E a Patricia Barboza (autora de ‘As Mais’) estava lá.

Dia 14/08: Excursões escolares e gritaria por causa do One Direction. Ah! E a Patricia Barboza (autora de ‘As Mais’) estava lá.

Dia 15/08: Mais excursões escolares e mais gritaria por causa do One Direction. E mais da Patricia Barboza (autora de ‘As Mais’) estava lá.

Dia 16/08: Mais excursões escolares e mais gritaria por causa do One Direction. Ah! E a Patricia Barboza (autora de ‘As Mais’) estava lá.

Dia 17/08: Mais excursões escolares e mais gritaria por causa do One Direction. E começando a dar graças a Deus que a bienal já estava acabando. Super cansada. Isso fora a Patrícia Barboza que foi lá para divulgação do livro “As Mais”.

Dia 18/08: Fernando Henrique Cardoso foi lá no nosso estande, e pelo que eu vi dele, eu tive a impressão… tive é impressão nenhuma, não vi o cara, na verdade não vi ninguém que foi naquele estande! Ah! E a Patricia Barboza (autora de ‘As Mais’) estava lá.

Dia 19/08: FINALMENTE ÚLTIMO DIA. Cheguei de manhã comemorando e estava super feliz. Dei saltinhos de felicidade o dia todo.

O Mauricio de Souza estava lá e eu consegui ver um pouquinho dele, ou melhor, das costas dele. Os autores do livro Senhores do Castelo também deram uma passadinha por lá (mas antes do Mauricio) e logo depois o Carpinejar apareceu por lá com as suas unhas pintadas de amarelo! Quem também estava lá era o Eduardo Sphor, que autografou os meus livros lindo e agora eu não empresto pra mais ninguém. E com ele estava o Fábio Yabu, autor de ‘A última princesa’. Ah! E a Patricia Barboza estava lá também. Fechando a Bienal com chave de ouro.

Só tenho duas conclusões a tirar dessa bienal, a primeira é que a Patricia Barboza amou o nosso estande e por isso tava lá todos os dias e a segunda é que o povo é mal educado que não sabe colocar o livro de volta no lugar e só sabe reclamar.

PROMOÇÃO DE MARCADORES

A promoção é super fácil, leia o post, responda nos comentários: “Qual autor estava todos os dias no estande da Record?” e tweet essa frase: “Eu respondi a pergunta e quero ganhar os marcadores que o @blogdasresenhas está sorteando http://kingo.to/1aHy”

A promoção vai até o dia 5 de setembro e o vencedor será anunciado no dia seguinte.

– Regras:

*Tem que residir no Brasil;

*Responder corretamente a pergunta (fala sério gente, é fácil, quem leu o posto sabe.);

* Retwittar a frase;

*E sim, eu vou conferir para ver se a pessoa comentou e retwittou antes de anunciar o vencedor;

O Kit contém marcadores, livretos e um cupom de 25% de desconto para o Grupo Editorial Record.

Este é o kit!

Boa sorte a todos!

Anúncios

Sobre Isadora Emi Iwahashi

Paulistana e 50% japonesa, estudante de Letras com habilitação em Tradutor e Intérprete, viciada em livros (qualquer gênero, pois tenta não julgar o livro antes de lê-lo), com uma mania de assistir mil e um seriados e animes, adora conversar e ficar o dia inteiro na internet.

6 pensamentos sobre “Um novo começo, bienal do livro 2012 e promoção

  1. Precisei vir comentar… Ri muito das excursões e surtos por causa de 1D. Se eu soubesse que ia ser assim, teria ido logo nos dois primeiros dias! Fui no último e nem achei tanta promoção legal, assim 😦 Da próxima envio gente pra comprar pra mim UHAUHAUHAUH Parei.
    Sério que o FHC foi? UHAUHAUH Tadinha de você, deve ter ficado só no sofrimento levando coisa pra lá e pra cá. Entrei só uma vez no estande. Só uma vez, porque pra sair foi um parto de trigêmeos, sério. Não daaaava pra respirar, e aquele momento de menina surtando por causa de 1D e etc huauhauh GENTE, que horror. Mas a Bienal inteira estava assim, né? ):
    Enfim, gostei muito do post. E sim, a Patricia Barboza amou o estande HUAUHAHU

  2. Oi, Isadora! Sim! Eu estava lá! TODOS OS DIAS! A Verus, que faz parte do Grupo Editorial Record, me fez o convite para dar plantão de autógrafos do meu livro AS MAIS e eu aceitei com o maior prazer! E o meu livro ficou em 4o lugar na lista dos mais vendidos do grupo. Felicidade define, não é mesmo? Saí do Rio de Janeiro especialmente para participar da bienal e fiquei muito feliz. Ou seja, a sua conclusão é totalmente acertada! Beijos. ♥

    • É super legal ver que os autores realmente querem ter contato com o público e que gostam de falar com os leitores. Vender um livro é só uma consequência (muito boa por sinal), mas falar sobre livros com pré-adolescentes, que normalmente não gostam de ler e fazê-los se interessar por livros, para mim, essa pessoa tem magia.
      Lembra, fui eu que sempre repunha os seus livros, as meninas ficavam super feliz de saber que você estava lá. Muito sucesso (nem preciso desejar isso, né? Seu livro vendeu PRA CARAMBA!) e tudo de bom, adorei que você veio no blog. 😀

  3. eu amei tudo o que você escreveu e por mais que eu nem lhe conheça já gosto de você!trabalho em uma livraria e se tem algo qu eu aprendi foi que o povo é mal educado em sua grande maioria, eles tiram jogam no chão colam chicletes reclamam dos preços….kk eu imagino como a bienal desse ano devia estar..

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s