Resenha: Magia Roubada

Em um mundo onde pessoas com habilidades mágicas podem realizar feitos extraordinários, não poderia faltar uma ordem. E o responsável por garantir que Lord Drayton, um mago que anda cometendo algumas infrações que passaram despercebidas, não faça nada ameaçador é o Lord Simon Falconer. O que o guardião não esperava era a astúcia deste que estava sendo perseguido, que o surpreende, transformando o invasor de seu castelo em um unicórnio. Depois de algumas confusões e reviravoltas, por sorte, Simon consegue escapar e voltar a sua forma humana graças a Meg, uma virgem poderosa que, por ter bastante magia dentro de si, era mantida em cativeiro por Lord Drayton. O cruel mago pretende acumular grande quantidade de poder para realizar um feito maléfico. E ninguém melhor do que a dupla que conseguiu escapar de suas garras com sucesso para combater esse perigoso vilão. Com aliados fiéis, uma atração irresistível, encontros sociais na luxuosa Londres do século XIII e vários encantos, Magia Roubada é uma divertida aventura com romance para passar o tempo. Entretém, mas é simples demais para emocionar.

A narrativa de Mary Jo Putney é boa, bem conduzida, porém bem simples. Os personagens carecem de um desenvolvimento maior e uma profundidade. Seus pensamentos e reflexões são pouco explorados e a autora não faz de nenhum deles figuras marcantes que conquistem o leitor. Faltaram personagens que entram na sala e não só a autora fala que eles tiram a respiração de todos presentes, mas o leitor, só pela descrição e presença do mesmo, perde a respiração por si só. Não é a figura que vai marcar sua vida, mas sim sua leitura. Seu enredo é mais interessante, contudo, apresenta algumas partes que deixam o leitor desconfiado ou não convencido. É preciso engolir alguns fatos e explicações para realmente mergulhar na onda do romance, aproveitando a aventura descomprometida que Magia Roubada nos oferece. Os encantos são brevemente explicados, por mais que se mostrem complexos. As situações problemáticas são quase sempre resolvidas facilmente. Se citaram um feitiço complicado, que exige muito treino e concentração, mas, em certo momento, o personagem precisa usá-lo, ele vai conseguir – e sem suar tanto assim. Os acontecimentos são, na maioria das vezes, previsíveis. É difícil a autora conseguir te surpreender.

O livro é o segundo de uma trilogia na qual os volumes contam histórias diferentes no mesmo universo. Seu antecessor é Um Beijo do Destino, o qual dizem ser melhor por conta do romance. O romance de Magia Roubada é, de um modo geral, bem desenvolvido, com um toque de erotismo bem conduzido, mas não tão presente pelo fato de Meg ter de preservar sua virgindade para reverter a transformação de Simon em unicórnio. Eu esperava que a autora melhorasse alguns aspectos durante a trama, mas os problemas continuaram constantes. Senti falta de algumas coisas que queria ver naquele universo que a autora criou, mas principalmente de um lado místico e misterioso desse mundo mágico. A incerteza, o mistério, as lendas, as revelações, os segredos ou verdades que ninguém ousa falar ou descobrir, são todos elementos que dão um quê interessante nas histórias de magia e fantasia. Tudo muito claro perde um pouco de seu encanto e diminue a curiosidade. A falta desses elementos e a simplicidade dos personagens e do enredo que reservaram ao romance o título de um passatempo. Não é das melhores opções, visto que temos muita coisa boa do gênero por aí.

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

5 pensamentos sobre “Resenha: Magia Roubada

  1. Bom dia Victor…pois é amo esses livros que são cheios de magias, feitiços e etc..Só que como vc mesmo disse tem que ter mistério, suspense que é o que prende o leitor, sem essas pitadinhas ficam meio sem graça…..acho que vou deixar passar esse livro apesar da bela capa e da intenção ser boa…bjs Victor

    • Olá, Neide!

      Realmente, perde o tempero. Como eu comentei, não é um livro ruim. Ele é razoável, bom para passar o tempo, mas completamente passável. Inclusive estou lendo um ótimo que deve sair resenha em breve, que também fala sobre seres encantados e magia. Trata-se do “A Maldição da Pedra”, o mais novo romance da Cornélia Funke ( autora de Coração de Tinta ). Tem magia, aventura, mistérios e uma narrativa gostosa demais.

      Beijos,

      Victor

  2. Nossa, a simples descrição da história soa tão interessante, uma pena que faltou trabalhar mais alguns aspectos para que o livro convencesse. Pelo que você disse o livro parece abordar tudo de forma superficial obrigando a gente a acreditar nas coisas como estão sendo ditas sem maiores explicações.É isso mesmo ou entendi errado? É uma pena porque a história teria tudo para me ganhar.
    Agora fiquei bem feliz de você ter mencionado no comentário acima que está gostando de A maldição da Pedra, tenho ele aqui e apesar de ainda não ter lido eu estou bastante animada pelo tanto de elogios feito a autora.
    Beijos.

    • Exatamente, é uma pena. Poderia ser um romance muito bom. Sim! É bem por aí mesmo. O que é uma pena, pois são temas e abordagens bem interessantes.

      Verdade, falam muito bem. Também não tinha lido nada, mas logo quando iniciei “A Maldição da Pedra”, virei fã de carteirinha ahaha Leia sim! 🙂

      Beijos,

      Victor

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s