Animais Fantásticos 28# – Entidades

Talvez o tema de hoje seja um tanto vago, mas eu honestamente gostei escrever sobre ele. (Detalhe: Eu NUNCA falarei de religião aqui.)

Quando as pessoas ouvem falar de “Entidades”, elas já começam a pensar em fantasmas ou coisas parecidas. Essa avaliação não está completamente errada, mas não é sobre isso que pretendo falar hoje. Nesse caso, o termo está ligado a um ser único e que não pode ser classificado em nenhuma outra categoria. Entidades normalmente são dadas como seres de grande poder e que existem há muito tempo, não sendo difícil encontrar algumas que seriam muito mais antigas do que qualquer civilização existente atualmente. Muitas entidades desempenham papéis extremamente importantes para que seja mantida a “ordem” do mundo, tanto como “vilões” quanto “mocinhos”.

Um ponto importante é que não se pode confundir uma entidade com um deus. As entidades geralmente são muito mais antigas do que determinados deuses. Ótimos exemplos residem na mitologia grega: existem dezenas de monstros tão antigos quanto os Titãs e alguns até mais. Estes mais comumente entram em conflito constante contra os deuses e semideuses em uma insistente tentativa de reimpor o caos sobre a terra.

Existem também entidades de outros “modelos”: Entidades que estão ligadas a natureza de alguma forma (Guardiãs de alguma floresta, bosque ou de uma árvore muito antiga) e apresentam muito mais poder do que as simples Ninfas geralmente têm. Algumas entidades também se parecem com demônios, chegando até mesmo a manipular e arquitetar plano para prejudicar outros seres sem nenhum motivo aparente, nesse caso a diferença reside independência e falta de um habitat comum (Quando se trata de demônios o mais normal é que eles vivam em alguma espécie de sub-mundo e que também possuam uma espécie de hierarquia social.)

Uma das entidades que é mais presente no imaginário de hoje seria a morte. E não, com isso eu não me refiro ao fim inevitável que aguarda todos os seres vivos (É claro que excluindo nossa amiga Turritopsis Nutricula :D) e sim aquela ideia de um ceifador esqueleto de capa preta que visita as pessoas quando chegam as suas respectivas horas. Aquela ideia da morte como um ser vivo quase que imediatamente a caracteriza para ser uma entidade: Eterna, grande poder, uma tarefa importante na natureza e uma boa diferença pra qualquer outra criatura existente.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Animais Fantásticos 28# – Entidades

  1. Adorei a matéria! Tem um livro meio recente /Julieta Imortal/ que explora bastante esses seres mitólogicos! *—*

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s