Resenha: The Swan Kingdom

O livro conta a história de Alexandra, a irmã mais novas de três irmãos e princesa. Crescendo na família real, ela nunca se viu como alguém muito especial. Cada irmão era muito bom em alguma coisa, o pai era o rei e a mãe uma mulher amável que tinha o dom (esse “dom” vem de sua alinhagem ancestral ligada aos ritos antigos que a faziam conhecer a natureza e ter a hablidade da cura). Como ela poderia se destacar assim? Alexandra era como o “patinho feio” da família.

De qualquer forma, tudo ia bem até que por causa de uma série de acontecimentos ela vê sua vida de cabeça para baixo, é afastada dos irmãos que adorava e exilada. Agora, o reino está em risco. Mas há uma salvação… e tem tudo a ver com Alexandra, mesmo que ela ainda não saiba.

Eu comprei esse livro sem nem ler a sinopse só porque eu queria ler um livro sem saber nada (às vezes a vontade é essa…). O que eu sabia era que tinha a ver com contos de fadas, como estava na capa, e já era o suficiente.

O livro foi uma agradável surpresa porque eu não fazia ideia do quanto ele poderia ser bom. Eu comecei com um pouco de preconceito, mas logo nas primeira páginas eu já não conseguia largar.

“The Swan Kingdom” tem um clima de contos de fadas e tem realmente referências a contos de fadas, mas acaba estruturando muito mais como uma livro YA qualquer do que como uma pequena história de princesas que você conta rapidamente. É bem a frase da capa: “e se contos de fadas fossem reais?”

Uma coisa que ao mesmo tempo é um lado positivo do livro e o lado negativo, é a magia. Você sabe como nos contos de fadas (Branca de Neve, Cinderela…) as coisas se resolvem rapidamente com o uso da magia e é o que acontece no livro. Eu gostei muito, mas achei que acabou criando uma preparação muito grande para uma resolução muito rápida. Contudo, a magia também é uma parte boa e há algumas partes de ação que eu gostei bastante.

Se você gosta de contos de fadas, clima medieval e livros YA, esse com certeza é uma boa opção. Infelizmente, só não foi lançado no Brasil e (que eu saiba) não há nenhuma previsão. Pelo lado bom, a Saraiva tá vendendo por um preço ideal. Comprei em uma loja até.

Título: The Swan Kingdom

Livro Único

Autor: Zoë Marriott

Editora: Walker Books

Anúncios

3 pensamentos sobre “Resenha: The Swan Kingdom

  1. Nunca tinha ouvido falar desse livro antes. Eu também tenho esses surtos e compro livros aleatórios. Gostei da estória, pelo jeito ela é bem legal com toda essas referências a contos de fada. Pena que ainda não foi publicado no Brasil.

  2. Comprar livro sem saber sinopse é a sua cara! auhushuahushas.
    A história me lembrou Once Upon a Time, aquele seriado, sabe? Talvez não tenha nada a ver, mas a referência aos contos de fadas meio que vinculou os dois (na minha cabeça)-q

    beijokas,

    • eu também pensei em Once Upon A Time escrevendo a resenha, mas é diferente de certo modo. Não tem nada a ver com o presente, não tem nada de ar “moderno” na história. Também não tem a tendência pra comédia de Once Upon A Time :B

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s