Economia Literal

Para os viciados num papel impresso, se segurar na hora de mandar ver nas comprar não é nada fácil. Muitas vezes a gastança não só é muita como acabamos nos decepcionando com os livros que adquirimos no mês – sendo que nem temos tanto dinheiro assim e/ou não podemos comprar mais obras para compensar o estrago. O ideal não é ter uma “mão boa” para comprar “Os Títulos” ou pensar mil vezes antes de cogitar em levar uma obra para casa. Precisamos somente ser compradores – leitores – conscientes. Claro que ninguém é perfeito e quando se fala de literatura somos todos frágeis, mas aí vão umas dicas para evitar gastos e desapontamentos desnecessários na hora de escolher seus livros.

Com o que se tem

Muita gente tem livros em casa – mesmo que não sejam seus e sim da sua mãe, seu pai, irmão, tio, avó, avô, cachorro… – que nunca leu. Para evitar gastar por um ou dois meses, vale a pena selecionar alguns deles para ler e economizar esse dinheiro a fim comprar um(s) título(s) que você estava querendo. Se você guardar dinheiro por dois meses, não vai ser mais proveitosa sua compra no terceiro mês? Além disso, explorando obras da sua casa, você pode encontrar romances e autores que você talvez nunca fosse ler, mas que são bastante interessantes. Claro que você pode se decepcionar, mas sempre tem um que vai agradar você.

Troca-Troca

Sempre acontece de você ter um amigo que também gosta de ler. Que tal fazer uma sociedade literária? Você empresta alguns livros seus para ele e ele empresta alguns livros dele para você. Isso não só elimina alguns itens da lista dos que você queria ler como também faz você maneirar na gastança – o mesmo caso do exemplo acima.

Uma pessoa uma vez me disse: se três amigos que gostam de ler comprarem um livro por mês cada e, após acabarem a leitura do que compraram, emprestarem a obra para o colega, você lê 3 livros num mês pelo preço de um só. E isso é uma ótima maneira de salvar o bolsinho de todo mundo e ler a vontade, não é mesmo?
Ainda sobre trocas, uma opção muito bacana são os sites de troca. Existem vários desses pela internet a fora, mas, para mim, o melhor disparado é o Skoob Plus. Para ter acesso você precisa ter uma conta no Skoob ( um site onde você monta sua estante virtual ) e colocar os livros que você deseja trocar na sua página de troca. As pessoas veem que seu livro está disponível e requisitam o mesmo. Daí o próprio site libera o endereço do interessado na sua página e, dentro de alguns dias, você deve estar postando por correio e colocando o código de rastreamento no site. Quando o livro chegar na casa do novo leitor, a pessoa precisa atualizar seu perfil dizendo que recebeu e você automaticamente ganha um crédito para requisitar qualquer livro disponível para troca. O Skoob também organiza sorteios entre os usuários que mais trocam livros por mês e entre os que trocaram pelo menos uma vez. Eu já participei umas 3 vezes desse sistema de trocas e posso dizer que funciona muito bem. Aliás, o Skoob também é uma ótima maneira de organizar a lista dos seus desejos literários ( ver o item Atualize sua lista ).

Sobre compras e compras

Ok, eu sei economizar dinheiro para comprar livros, mas na hora de adquirir os meus queridos sempre acabo me decepcionando. É mesmo? Bem, aí vão algumas dicas para você acertar na hora de investir sua economia:

Em livraria física

Nessas livrarias, quase nunca tem promoção louca de livro a 10 reais, mas, de vez em quando, sempre acontece de rolar um desconto bacana. Tem uma livraria perto de sua casa? Visite-a com regularidade e vá perguntando para os atendentes sobre promoções – quem sabe eles não fazem só porque você está enchendo o saco insistindo?. Uma boa opção também são os livros de bolso e edições econômicas. Antigamente, só encontrávamos livros de bolso de clássicos e outros livros mais cabeça. Porém, hoje em dia, sai livro de bolso de várias obras super bacanas. Se procurar nessas seções, vai encontrar com certeza algum título interessante e ainda super acessível. Também vale notar as edições Vira-Vira da Saraiva e as versões econômicas. As primeiras podem ser encontradas nas livrarias físicas da franquia – geralmente perto dos caixas. São sempre dois livros em um só ( Você vira ao contrário e tem outro volume ). Tem muitas edições de autores que pubicam várias obras ( vide Sidney Sheldon e Agatha Christie ) como também de séries ( já vi da Mediadora e Diários do Vampiro ). A edição é feita em parceria com a editora Record, por isso os títulos são sempre dessa editora. Esses Vira-Vira estão na faixa de 10 a 20 reais ( alguns são bem grossinhos ). As versões econômicas são geralmente de livros muito caros ( de 40 a 60 reais ). O papel é de menor qualidade e a capa sem orelhas e mais fina, pequenos detalhes para baratear o produto. A saga Millennium, que custava originalmente uns 50 reais, pode ser encontrada a 20 reais. O box com a trilogia também custa 60 reais em alguns lugares. As editoras andam sempre fazendo essas versões, basta só correr atrás delas.

Livrarias virtuais

Se você já se rendeu à era tecnológica, sabe que a diferença de preço entre essas livrarias e as físicas é absurda. Nelas econtramos promoções de 48h onde os livros estão todos com frete grátis ou descontos de até 50%. É magnífico quando algo do tipo acontece. Se você tem receio por conta do pagamento pelo cartão, saiba que há como pagar por boleto, uma forma mais segura e sem erros. O melhor site para se comprar online – por conta das promoções – é sempre a Submarino. Mas, se você quer uma dica, todo livro que você for comprar pela internet, é melhor usar o Buscapé. Este é um site de busca pelo qual você encontra os melhores preços para aquele produto. Às vezes, você encontra diferenças de 5 reais, mas isso já é bom, pois já cobre o frete. Aliás, sobre isso. Algumas livrarias – menos a Submarino, que não tem loja física – tem a opção de entregar os livros nas suas próprias filiais. Isso faz com que o frete seja de graça – ou mais barato, não tenho certeza -, ou seja, uma ótima opção para quem acha as entregas salgadas.

Os Sebos

Muita gente não gosta de sebo, pois eles têm muitos livros velhos e mal cuidados. Mas, acredite, tem muita coisa boa e nova por lá! A Igra, aqui do blog, encontrou Jogos Vorazes por 20 reais – e bem perto do lançamento. Isso além de outros títulos com preço bacana que você não encontra por aí tão fácil – tem edições que não são lançadas novamente no mercado e você só encontra nesse lugares( e o melhor: às vezes com um preço super camarada ). Vale a pena bater perna por alguns sebos. Mas, se você não é chegado a pesquisar preços e obras nesses lugares, existe um site muito bacana. Trata-se do Estante Virtual, uma aglomeração virtual de sebos. Digitando um título nele, você rastreia o preço de diversos sebos pelo país. Daí você paga da mesma forma de uma livraria virtual e recebe o livro em casa. Também tem a opção de você encontrar um sebo da sua cidade que tenha o livro por lá e ir à caça do mesmo – para economizar no frete. Sebos não são tão simples de se encontrar boas coisas, mas podem esconder minas de ouro – em livros, claro.

Outras dicas

Bienal: A grande feira de livros é famosa por ser careira, mas, na verdade, esconde boas promoções. Uma boa deixa é economizar um dinheirinho para o evento e gastar nos estandes com promoções de 10 a 20 reais. Consegui comprar 5 livros na bienal passada gastando 70 reais ( sendo que dois deles me custaram 20 e o resto só 10 ). Comprei livros que geralmente custam 30 ou 40 reais por somente 10. Não acham que vale a pena guardar a vez para a feira e comprar um acervo que vai durar mais de dois meses?

Lançamentos não! : Durante a época dos lançamentos, os preços dos livros ficam altíssimos. Por isso, evite comprar livros que acabaram de chegar às livrarias. Você quer muito eles? Fique ligado em blogs literários e nas redes sociais da editora. Lançamentos sempre são sorteados por esses meios, quem sabe você não acaba ganhando um? Ainda sobre sorteios, não deixe de ir aos eventos de lançamentos desses livros. Você sempre concorre à própria obra como a vários brindes legais e às vezes até a mais livros.

Fuja das séries: As séries de livros são a ruína dos leitores. Quando você acaba de ler um volume, já quer ler o outro. E, claro, geralmente esses livros nunca estão naquele preço bacana ( ainda mais que você normalmente o quer durante o lançamento, o que é proibido – ver item acima – ). A melhor solução é ou organizar uma sociedade ( mais ou menos o que vemos no item Troca-Troca ), onde cada um compraria um volume, ou simplesmente evitar as séries ao máximo. Analise bem uma coleção de livros antes de comprá-la. Elas podem te levar a adquirir vários exemplares sem muita necessidade.

Atualize sua lista: Tenha sempre em mãos uma lista com seus desejados e vá riscando os que te decepcionarem. O legal é visitar blogs e sites que tragam resenhas de livros para ir balanceando quais tiveram uma avaliação mais positiva. Ou também consultar amigos e familiares. O Skoob é outra ótima maneira de organizar seus desejados. Clique na opção desejado do livro para adicioná-lo a essa seção de sua estante. Cada livro também tem sua página por lá. Ficar verificando as notas e resenhas dos usuários é uma boa para ir desmarcando as obras da sua estante.

E aí, pessoal? Gostaram das dicas? Tem mais alguma para nos ajudar? Comentem ;D

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

4 pensamentos sobre “Economia Literal

  1. Esse post está um MÁXIMO!!!
    Quando eu era do ensino médio super curtia sociedade literária, ajudava muito a mim e as minhas amigas, ótima dica =)
    Nossa quando li sobre o submarino não tive como não lembrar do livro que comprei, Nárnia custava 97 reais na livraria perto da minha casa e eu comprei por 12 no submarino *-*
    Para quem gosta de ler esse post está imperdível!!

    • Haha Viva a Submarino! Nunca tive sociedade literária, mas acho a ideia tentadora. O problema é achar um grupinho disposto mesmo. Obrigado, Anna, fico feliz que tenha gostado. Acho bem interessante para quem gosta de sair por aí comprando livros. Espero que o pessoal esteja gostando do artigo também.

      Beijos,

      Victor

    • Obrigado, fico feliz que tenha gostado. Haha Sempre temos! rsrs Acho que são raras as bibliotecas públicas pelo Brasil que tenham realmente um bom acervo ou sejam em lugares acessíveis a todos os moradores. Às vezes a melhor biblioteca do país se torna mesmo o troca-troca do skoob haha

      Beijos,

      Victor

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s