Pelas estradas do seu verão

A gente passa o ano inteiro esperando por algo e quando esse “algo” chega, não surpreende, não entusiasma, é simplesmente um outro período que há de se repetir. Assim eu vejo as férias de verão, com toda a sua suposta grandeza e enormes alegrias que deveria proporcionar.

Verdade seja dita que todos adoramos estar de folga da escola, do trabalho e até mesmo da vida por algum tempo que promete ser só nosso,  que planejamos de maneira eufórica com os amigos toda uma programação de um período feliz e jovial, que, em algum momento, fantasiamos com um amor de verão… Mas é realmente disso que precisamos para podermos estar contentes e realizados?

Vi, certa vez, a foto de uma personagem de Fernanda Torres, creio que do filme “Os Normais”, dizer que detestava o verão, essa obrigação de todo mundo estar feliz e ficar saudável, com o corpinho pronto para ser exibido na praia. Pois concordo. O verão é uma estação linda, colorida, naturalmente exuberante e alegre, contudo cada outro instante do ano tem a sua magia e ninguém é obrigado a gostar de passar o dia inteiro no litoral, sorrindo para quem passar. As férias são suas, aproveite-as como quiser.

Se tiver vontade de passar o dia jogando video game, juro que não será uma pessoa pior. Se estiver se sentindo sozinho, chame os amigos para jogar também. Se mudar de ideia e quiser ir à praia, dispa-se de suas neuras e vá exibir esse corpo branquinho para o sol que adora brilhar. Você também não precisa gostar de calor, de viver ao ar livre: não estamos em uma selva e é mais que seu direito querer se trancar em seu quarto com o ar condicionado ligado.

Sei que provavelmente lê muito e está habituado com grandes histórias de amores estivais – Soul Love, A Caminho do Verão, O Verão que Mudou Minha Vida -, mas ninguém também é obrigado a encontrar sua cara-metade ou uma mera paixão nos dias ensolarados e nas noites estreladas de dezembro, janeiro e fevereiro. Na verdade, sempre vi mais charme e potencial no sentimento que nasce entre dois corpos frios que se aquecem no inverno, ou nas paisagens coloridas, florais e inspiradoras da charmosa primavera. Quem sabe até no outono, em meio a uma alameda de folhas alaranjadas…

O verão deve ser, acima de tudo, um estado da alma. Tempo para pensar em si mesmo, para relaxar ao seu modo… É uma estação inteiramente de cada um. As férias não precisam esbanjar a aventuras com amigos na floresta ou a grandes empreitadas românticas, mas apenas àquele frescor típico de quem esteve em paz, preparando-se para mais um cotidiano que será vivido ao longo de um ano.

Um feliz 2012 para você e excelentes férias, à sua maneira.

Ana Ferreira

Anúncios

4 pensamentos sobre “Pelas estradas do seu verão

  1. A questão é que no Verão temos nossas férias, e com elas, geralmente temos tempo livre e, por sua vez, tempo livre costuma ser tudo de bom ( ou simplesmente agradável ). Mas, concordo com você, por que devemos estar super contentes e com corpos esculpidos nesses “espaços vagos”? A verdade é que não temos. Eu adoro as férias porque consigo fazer muito mais coisas que não tenho tempo ou disposição na maior parte do ano. Consigo ler mais, sair mais, escrever mais, ou seja, curtir a vida a minha própria maneira. E por isso estou feliz durante elas. Essa atração por praias acho que vem mesmo a partir do calor, que a maioria não aguenta e as vê como a solução mais prática para o problema. Sobre os amores, bem, eles existem a todo tempo e acontecem quando devem acontecer. Nada de “só durante aquela estação encontrarás quem te ame” rs
    Cada um faz suas próprias férias, nada de seguir o que a maioria faz ou espera 🙂

    Ótima crônica e dica para o mês, Ana!

    Beijos,
    Victor

  2. Adorei a sua Crônica!!! *-*
    Achei sensacional, foi quase uma aula de psicologia! rs
    Mas falando sério, é ótimo as pessoas terem o seu próprio pensamento e serem felizes a seu modo e não simplesmente “comprar” tudo aquilo que é passado comumente como uma verdade absoluta. Se forçar a estar dentro de um padrão ilusório de perfeição pode gerar frustrações e decepções.
    Cada um deve ser feliz de seu próprio jeito! E aproveitar as férias 😉

    beijos

    Anna

  3. Sim, isso é muito verdade. Sou muito questionada por não gostar de sol, praia e etc. Nas minhas férias eu quero ler, assistir meus filmes e seriados. E parece que isso é errado na visão das pessoas. Eu tenho que sai, beber, encher a cara e tal. Cada um tem um estilo de vida, não sou obrigada a seguir a maioria. Parabéns pelo texto Ana.

  4. mto lgl o texto! realmente sou desses que prefere passar o verão no quarto com o ar condicionado e o video game hasuhsauhsauhsauhsa mas eh isso ai msmo, cada um passa as férias e as estações do jeito que quiser! =]


    hangover at 16

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s