Indicação de Série – American Horror Story

É meio difícil que você não tenha ouvido falar dessa série por aí. Isso porque muita gente anda comentando dela. E não só o pessoal do twitter e outras redes sociais. Vários críticos tem a elogiado e tão logo sua primeira temporada terminou, o seriado já foi indicado ao Globo de Ouro. Eu soube disso e fiquei com um chamado para o episódio pilot na cabeça, mas sempre me prendia com essa coisa de ser de terror: “Será que vai ser super apavorante?”, “Vai ficar dando susto toda hora?” e por aí vai. Mas ontem ( primeiro dia do ano ), acabei assistindo 3 episódios de cara com a Igra ( que também gostou muito ). Adorei a série e esse é o motivo pelo o qual venho recomendar ela aqui para vocês hoje.

A série foca na família Harmon. Vivien teve um aborto espontâneo e, ainda nessa época, seu marido, Ben, a traiu com uma de suas alunas. Depois dessa experiência traumatizante, eles atravessam o país e se mudam para uma mansão na qual um casal de gays aparentemente se suicidou. A casa tem, não só por isso, uma má fama pela cidade. O casal tem uma única filha, Violet, uma jovem destemida e bem durona que vive fumando, escutando músicas pesadas e se cortando. Enquanto o casal conhece uma empregada que “veio com a casa”, uma vizinha que vive entrando seu avisar e sua filha com síndrome de down que também faz o mesmo, Violet conhece Tate, uma paciente de seu pai ( Ben é psiquiatra ) que gosta de várias coisas sinistras pelas quais a jovem sente interesse. Com essas novas figuras em suas vidas, coisas estranhas começam a acontecer com cada membro da família e o espectador sempre acaba sabendo um pouco mais que eles, apesar de ficar intrigado com perguntas que flashbacks de moradores anteriores na casa e conversas entre personagens que se relacionam com os atuais donos deixam.

Apesar do título e de sua proposta, o seriado não é assustador ao extremo. Claro, há várias partes que podemos sentir a tensão no ar e ficar com medo, mas não são sustos distribuídos por todo lado e seres monstruosos aparecendo em cada canto. É um terror bem mais interessante e intrigante do que aqueles que simplesmente querem fazer você pular da cadeira. O grande suspense que cada episódio deixa também contribui para essa atmosfera.

E se bater o medo, não tema, veja uma boa série de comédia para distrair 🙂

A série, nos EUA, é transmitida pelo canal FX. No Brasil, a emissora responsável pela mesma é o canal FOX. Vejam a página da série no canal nacional. Na emissora brasileira, a série é transmitida todas às terças às 23h.

O que acharam? Quem já assistiu? Quem quer assistir? Comentem! 🙂

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

7 pensamentos sobre “Indicação de Série – American Horror Story

  1. O Tate é legal. Eu acho que é um personagem muito bem construído, mas como não avancei muito nos episódios, não posso dizer ao certo se ele é do bem ou do mal (apesar de isso nunca me influenciar muito em questão de *eu-gosto-desse-ou-daquele-carinha* ). Só espero não me decepcionar com ele (tenho a forte sensação de que irei).
    E o fato é que a série vicia. MESMO.
    E a indicação ao Globo de Ouro não me pareceu tão injusta quanto todo mundo disse. É um belo drama, afinal.

    =*

    • A indicação foi merecidíssima, a série é realmente muito boa! Além de ter sido um destaque em meio às estreias televisivas do ano.
      Acredito que todos os personagens da série são bem construídos. Até mesmo aqueles que estão meio à margem, aparecendo um pouco menos, ganham mais profundidade com os flashbacks. O roteiro consegue explorar o mistério todo sem deixar as personalidades de fora.
      Sobre o vício, bem, não estou conseguindo parar de ver ahhaha

      Beijos,
      Victor

    • 😀 Ainda estou assistindo a mesma e adorando. Não dá pra parar! É uma tensão enorme pra saber o que realmente aconteceu e, mesmo mais para frente, quando sabemos de boa parte das coisas, sempre fica uma ou outra pergunta instigante. E lá vai você correr pro próximo episódio que só te deixa mais curioso ahahah

      Beijos,
      Victor

  2. Acabei de assistir o piloto, devido a resenha e ao poster no final da resenha, cara que série foda, adoro filmes de terror mas nesses últimos tempos difícil encontrar( ocidentais na grande maioria, pois, orientais <3) um que preste já que atualmente eles se baseiam em sustos com portas batendo, pessoas aparecendo atrás da porta da geladeira e variações da trilha sonora, baaaah um tédio só.
    A série, pelo menos no piloto, tem todo um clima sombrio, atuações dignas, personagens interessantes e todo aquele clima assustador e aflitivo, e todo aquele terror psicológico muito bem montado, tem como não amar? Nem dá para acreditar que o cara que faz Glee faz isso também, espere dá sim tem muita bunda masculina aparecendo…hehehehehehe.
    Enfim, agora tenho mais um vício para tentar acompanhar nas férias, como se já não tivesse poucos, mas ainda bem que por enquanto só tem 12 episódios e daqui para depois de amanhã vejo todos.

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s