Resenha: Fallen

Nunca vi uma descrição de capa de livro ser tão bem feita ( por mais eu alterasse a última palavra para sombrio, talvez ). P. C. Cast ( autora da série House of Night. Leia a resenha de Marcada ) acertou em cheio ao descrever Fallen como “Sexy, subilme e assustador…”. Lauren Kate consegue, com seu texto bem desenvolvido e uma mistura na medida desses três elementos, tornar atraente essa história já bem conhecida de meninas ingênuas que se apaixonam por caras misteriosos que escondem um grande segredo. Isso já lemos várias vezes, mas nem por isso com a qualidade que encontrei em Fallen. Em uma entrevista, na Comic-Con, Anne Rice ( sim, aquela Mestra dos Vampiros e outros romances sobrenaturais eróticos ) declarou estar escrevendo um livro novo, chamado “The Wolf’s Gift”, que narra a história de um jovem que está passando pela transformação em lobisomem. Disse também que sabe que esse tipo de história já foi contada, ela sabe quantos livros que falam sobre isso existem, mas não se importa, pois quer contar não simplesmente o que já foi narrado, mas sim tudo de seu próprio modo. E acho que esse é o ponto principal da história de Luce. Leu a sinopse e esta lhe pareceu familiar? Não importa, vale a pena arriscar.

As sombras rodopiavam diretamente acima dos dois. Tão perto que ele poderia tê-las tocado. Tão perto que o fez considerar se ela podia ouvir o que estavam sussurrando. Ele observou enquanto seu rosto se obscurecia. Por um momento, viu um brilho de reconhecimento nos olhos dela.

E então não havia mais nada, absolutamente nada.

– Página  17

O livro conta a história de Luce, uma menina bem normal e ingênua que vê sombras negras quando algo ruim está perto de acontecer. Ela estava se aproximando de um garoto, Trevor, numa festa, quando as sombras aparecem, um incêndio se inicia e ele morre. Considerada culpada pela morte do jovem, sua pena é cursar o terceiro ano do ensino médio num reformatório, Sword & Cross, para jovens problemáticos. E para lá vai ela, para uma escura e sombria escola, lotada de pessoas loucas que realmente cometeram crimes até piores que o assassinato pelo qual está sendo condenada. O ambiente do lugar é muito interessante. São pátios, ginásios, corredores e capelas vazios e um tenebroso cemitério com um velho portão enferrujado.

Uma camada ainda mais grossa de neblina cobria o espaço de terra cercado de muros. Estava cercado de três lados por uma floresta densa de carvalhos. Não era possível ver o que havia dentro do cemitério, que parecia estar quase afundando no chão, mas podia sentir o cheiro podre e o coro de cigarras cantando nas árvores. Por um momento, ela pensou ter visto o açoite escuro das sombras, mas, quando piscou, elas sumiram.

– Página 40

Logo em seu primeiro dia de aulas na Sword & Cross, Luce conhece dois rapazes que fazem seu coração balançar – e que continuarão provocando esse tipo de reação até o final do livro. O primeiro trata-se do espontâneo Cam, um jovem popular, galanteador e com um quê de bad-boy. O segundo é o misterioso Daniel, um jovem calado e introvertido ao extremo que parece trocar tudo para conseguir se afastar de Luce.

Daniel? Cam? Ela estava nessa escola há o que, 45 minutos? E sua cabeça já estava fazendo malabarismos entre dois garotos diferentes.

– Página 50

Daniel é tão protetor e benfeitor que eu cheguei a me irritar com ele em certo ponto, preferindo Cam para Luce, que tinha malícia na maioria de seus atos. Continuo achando isso, mesmo após o final do livro, que explica bastante da atitude de Daniel. Eu entendo ele, mas continuo não gostando. Mesmo que, como muitos leitores, você seja o chamamos de Team Daniel, as atitudes do personagem irão frustá-lo em certo ponto, pois seu mistério com os assuntos que mais queremos saber permanece por muito tempo.

Gostei bastante de Luce, uma das protagonistas que, mesmo preenchendo as lacunas de bobinha, ingênua, normal e tímida, tem uma personalidade forte e comove o leitor ao longo da história. Ela bem que poderia ter pressionado mais Daniel em algumas partes para nos descolar informações mais rápidas, mas…isso é pra outro papo. O romance que ela vive no livro tem um quê de meloso e platônico, mas, assim como a atitude de Daniel, este é mais explicado ao final do livro. Não deixa de ser meloso e platônico, mas tem uma explicação bem coerente para isso. Os ganchos para o segundo livro da série de quatro volumes são bons, mas poderiam ser melhores. As revelações dos milhares dos segredos de Fallen nos prendem até a última página, porém, o que fica para Tormenta não é nem de longe tão excitante.

Indico-o para aqueles que gostam de romances sobrenaturais jovens com uma atmosfera sombria, um triângulo amoroso, e segredos em cima de segredos. Fazendo uma “releitura” do comentário de P. C. Cast, Fallen é “Sexy, comovente e sombrio”.

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

3 pensamentos sobre “Resenha: Fallen

  1. agora acho que eu posso, quem sabe, começar a considerar ler ‘-‘ mas ainda assim… parte de mim se recusa. HUAH
    quem sabe, algum dia…

  2. Após eu ter começado a ler a série Hush, Hush eu me interessei bem mais por livros, e acima de tudo, por anjos caídos. Quero muito ler a série Fallen!

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s