Resenha: Inside Girl, A Coisa Mais Doce

Estive um tempo ausente, mas, se a faculdade deixar, passarei aqui com mais frequência. Hoje eu vim deixar a resenha de um livro que, talvez, você não queira nem saber só de olhar, mas acho que essa é a hora de deixar o preconceito de lado e ir em frente. Talvez seja um bom presente, ou se você tem interesse em escrever…

Inside Girl (A Coisa Mais Doce) é daqueles livros que mesmo antes de ler, ou saber sobre o que é, você já tem uma série de impressões, basta olhar a capa (imagem aí em cima!). Você já pensa que é para garotas – ou menininhas –, imagina algo como Gossip Girl, sabe que tem algum romance… E, só para completar a situação, a história começa com garotas falando sobre garotos num salão de cabelereiro com tudo o que você imaginar que uma conversa desse tipo possa ter. Mas, calma aí, o livro não é só isso.

Concordo que esse é um livro de público delimitado, mas pode ser mais do que você imagina. A indicação óbvia é para aquela garota que está começando a gostar de garotos, está começando a “achar que é gente”. Na verdade, esse livro é uma boa opção para aqueles que querem dar um livro de presente para uma garota desse perfil, mas não faz ideia do que comprar. Eu vivo em livrarias e o que mais vejo é adulto perdido sem saber qual livro escolher, às vezes até com receio de dar algo mais “avançado” para a criança. Esse livro trata de temas que essas garotas vão se identificar e é bem “inocente”. Sem falar que é uma boa forma de incentivar o gosto pela leitura… (desculpe, mas sua sobrinha de 10 anos não quer vai querer ler Machado de Assis. Nem Branca de Neve.) *

*Tome cuidado, é bom você conhecer a garota. Se você der para garotinha errada provavelmente a reação dela não será muito boa…

Agora, se você é daqueles que quer assumir o outro lado, o da escrita, esse também pode ser uma indicação. Primeiro, pra aprender que tem um público pra tudo e cada livro serve para um caso, então evite ter preconceitos. E… bem, continue a ler.

O livro é basicamente sobre a menina (Flan) gostar do tal garoto e todas as consequências disso… esse tal garoto é o mesmo que suas amigas gostam, ela já tem um namorado e, é claro, ela não gosta desse tal garoto, né? Né? E ela consegue se confundir o bastante para que os leitores fiquem curiosos para saber como tudo isso vai terminar.

Além disso, esse livro merece destaque por causa das histórias secundárias. Além de uma forma legal de conduzir um livro, tem a ver com essa geração que está no msn, no facebook, no twitter, no tumblr, na casa da mãe joana (…), tudo ao mesmo tempo. No livro, enquanto há o drama principal por causa do tal garoto, Flan vai pedir conselhos à vizinha e melhor amiga, que está muito envolvida com a própria vida que está numa fase de, literalmente, grandes mudanças. Nisso, Flan acaba saindo um pouco dos próprios problemas e se divertindo com uma situação recheada de metáforas e totalmente descontraída. Voltando para casa, Flan encontra o terceiro caso: seus pais sempre foram muito ausentes e, para piorar, seus dois irmãos mais velhos decidem ser responsáveis. Isso faz com que você siga três casos ao mesmo tempo, sem cansar de um só. Acho que isso é algo que os futuros escritores podem considerar.

E, apesar de parte da história, como os romances, os personagens, situações… fazerem parte do clichê, é, no mínimo, bem feito. Já vi muitos daqueles que andam escrevendo por aí, com boas ideias, mas se perdem um pouco na hora de fazer coisas simples, como a forma que os personagens se relacionam.

Comentários extras:

Ah! Alguém sabia que J. Minter é um homem? Pois é, um homem escrevendo livro de “menininha”… Acho que já é um bom começo para a quebra de preconceitos, né? (Bem, se for homem mesmo… o autor não parece muito interessado em revelar sua identidade. Mais difícil do que Pittacus Lore.)

E, só para esclarecer, Inside Girl parece sim com Gossip Girl, mas para um público mais jovem.

Título: Inside Girl, A Coisa Mais Doce

Segundo livro da série Inside Girl (mas realmente não é daqueles que a pessoa não vai entender se ler fora de ordem)

Autor: J. Minter

Anúncios

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s