Resenha: O Herdeiro Mago

Então, eu aqui outra vez, um pouco atrasada porque Platão decidiu me pegar de jeito e, pra piorar, ainda fiquei doente. De qualquer forma, vamos lá. Hoje a resenha é de O Herdeiro Mago, segundo livro da trilogia dos herdeiros. Se você leu o primeiro e gostou, não há motivo para não continuar (tá, o preço, talvez). Se você não leu, siga em frente porque perto do final você vai descobrir o maior motivo para “as crônicas dos herdeiros” ir parar na sua estante. Ou, sei lá, se você quiser saber mais, pode ler a resenha de O Herdeiro Guerreiro aqui ou saber mais sobre a série aqui.

Se eu falei da sinopse do outro, vou falar da desse também. A de O Herdeiro Mago é muito mais atraente do que o do primeiro livro, já que foge do clichê. Seth também é um garoto que não conhece muito sobre as regras do mundo mágico ao qual pertence, mas aprende tudo de um modo bem diferente. Ele já sabe que é mago, só não sabe controlar a magia e, por causa disso, acaba indo parar em uma escola para garotos no meio do nada.

Seph McCauley, de 16 anos, passou os últimos três anos sendo expulso de escolas. O problema não é a atitude dele, mas o rastro de desastres mágicos. Seph é um mago, órfão e não treinado, e seus poderes estão crescendo e fugindo de seu controle. Quando ele acha que finalmente será treinado em magia e iniciado na ordem secreta dos magos, descobre que o treinamento tem um alto preço… Será que Seph terá forças para sobreviver a guerra entre magos?*

No geral, o padrão do livro não muda muito. Por exemplo, eu falei na resenha de O Herdeiro Guerreiro que o início é um pouco longo demais, meio parado, mas depois você se acostuma e não quer largar. É exatamente o que acontece em O Herdeiro Mago. Depois disso, temos uma fase de “aceitação” do mundo em que ele vive e, depois, uma espécie de “batalha final” que determina a importância do personagem na série. É legal ver como estruturas tão parecidas podem ser aproveitadas de modos tão diferentes.

Como exemplo de “aproveitar a estrutura de modo diferente”, temos a alteração do clima. Nesse livro, o início tem um tom muito mais pesado e depressivo por causa da situação em que o Seth vai parar, como se pego em um problema sem solução. Já depois, o jeito do personagem de “sei me virar sozinho” mais uma tendência ao humor completam a diferença.

“- E então? Qual é o segredo de um grande beijo, Seth? – perguntou Jack. – É a técnica, a duração, a intensidade ou o poder?

Seth soltou um suspiro dramático.

– Oh, está certo, Jack. Eu beijo você. Mas só desta vez.” (página 306)

Aqui eu encaixo o mais legal em toda a série: ponto de vista. Apesar da narração em terceira pessoa, temos o foco no personagem principal e em como ele enxerga o mundo. É mais difícil perceber isso em O Herdeiro Guerreiro, já que é a primeira visão sobre tudo, mas em O Herdeiro Mago fica bem claro. Vou explicar melhor, eu achava o Jack Swift tão legal e, quando ele aparece aqui, fica até chato. Foi realmente um momento WTF?, só que depois a gente percebe que a visão sobre tudo é relacionada ao personagem e fica bem legal.

Se você se perguntar onde os personagens antigos foram parar, fique sabendo que o início é cheio de referências e esbarramos por personagens conhecidos. Depois todos eles voltam e você vai até se assustar com como tudo está conectado. Sem falar que há alguns novos beem legais.

No domingo, se tudo der certo, eu volto com a resenha de O Herdeiro Dragão. Vou terminar aqui com um outro momento de amor entre o Jack e o Seth:

“- Você não me falou que ele era mago – disse Jack, (…) – Desde quando um mago precisa de santuário? – perguntou-lhe, com certo tom de desafio.

Seph ergueu o queixo e olhou Jack nos olhos. (…)

– Por quê? Você é o porteiro?” (página 244)

*Eu alterei o final da sinopse, em qualquer lugar você vai encontrar “guerra entre feiticeiros”, mas provavelmente quem fez não leu o livro. Vou explicar melhor: no livro as pessoas com poderes mágicos fazem parte das ordens: há os magos, os guerreiros, os encantadores, os adivinhos e os feiticeiros. Portanto, mago não pode ser sinônimo de feiticeiro nesse caso. Outra coisa é que eu fiquei em dúvida entre “guerra entre magos” ou “guerra entre ordens”, porque acontece as duas ao mesmo tempo. Se você não tá entendendo nada, que tal ler o livro? haha 


Título: O Herdeiro Mago

Segundo livro de uma trilogia.

Próximo: O Herdeiro Dragão

Autora: Cinda Williams Chima



Anúncios

5 pensamentos sobre “Resenha: O Herdeiro Mago

  1. Não li este livro ainda, mas sempre fui apaixonada pelas capas! SUHAUSHAUSHA E, claro, a história me atrai. Vou ler, *-*. É a primeira resenha da série que eu vejo por aí. Mas não li inteira, porque, bem, é o segundo.S UAHSUAHSUAHSA. Anyway, vou migrar para a resenha do primeiro e fazer um comentário decente lá. :*

  2. Parece ser bem legal mesmo. Me interessei mais por esse do que pelo o primeiro, como você mesma disse. Bem legal a resenha, Dana, me deu mais vontade ainda de ler a série. Acredita que nao a achei em nenhuma livraria ? Vou ver se a compro na Bienal – economizando dinheiro para o evento a fim de gastar uma baba boa por lá rs. Fiquei curioso também pelos pontos de vista, nunca havia pensado em como você pode mudar sua opiniao sobre personagens huahua

    Beijos,

    Victor

  3. onde você achou “O Herdeiro Mago” por 25, você disse que havia achado por esse preço na resenha do “O Herdeiro Guerreiro”, eu já tenho O Herdeiro Dragão e O Herdeiro Guerreiro, por isso preciso do Herdeiro Mago.
    Vlw
    e obrigado

    • Eu peguei numa promoção da FNAC, é algo de ficar de olho nesse site, no da saraiva e no do submarino e aproveita a hora certa.
      Olhei aqui agora, se surgir alguma promoção de livro na fnac essa semana talvez o preço abaixe, tá 30 e pouco.
      Na Saraiva tá caro no Submarino tá em falta (o primeiro tá bem barato até).

      É coisa de ficar olhando mesmo. Qualquer coisa, só perguntar. \o

  4. já li o herdeiro guerreiro e estou louco pra ler o herdeiro mago e o herdeiro dragao.
    ouvi falar k vai ter quarto livro

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s