Club Dead

Em todos livros que li da série As Crônicas de Sookie Stackhouse, ou do original, The Southern Vampire Mysteries, Charlaine Harris nos explica boa parte das coisas essenciais que teríamos de ter de bagagem dos últimos volumes. De qualquer forma, é sempre bom seguir sequência, até para ficar por dentro dos melhores momentos que tecem o relacionamento complicado entre Sookie e os vampiros Bill e Eric ( mais exposto nesse livro ). Por isso, recomendo que leia as resenhas dos dois últimos livros da série, que não contém spoilers, porém, talvez lhe situem melhor no que vou falar por aqui.

Resenha de Morto até o anoitecer

Resenha de Vampiros em Dallas

Pois bem, vamos prosseguir. Em primeiro lugar, como conheço muitas pessoas que desistiram da série nos dois primeiros volumes, peço que dêem mais uma chance a Club Dead. Este é com certeza o melhor livro da série que li até agora. Muitos se decepcionaram pelo título no brasil ( Clube dos Vampiros ) e pela capa tye-in da HBO, mas a história é realmente muito boa.

Começamos a duvidar do tão adorado Bill, o par romântico da garçonete telepata, Sookie, logo no início. Nossa heroína percebe que ele está mais frio com ela e esconde um trabalho secreto que prepara para uma tal rainha da Louisiana. Um dia depois de terem uma conversa mais aberta sob a situação, Bill some e Sookie – mesmo após quase ser morta por um lobisomem – sente-se na obrigação de encontrá-lo.

Mas, essa expedição guarda muitas novidades. Eric Northman, o vampiro xerife da área 5, informa Sookie que ela está em perigo e que Bill pretendia a deixar por outra vampira, Lorena. Para quem já viu a série True Blood , saiba que essa Lorena é completamente diferente, nada do que gostamos e desgostamos da personagem na segunda e terceira temporadas da série. Como não pode acompanhá-la de dia, ele envia um lobisomem, Alcide, para ajudá-la a entrar no Club Dead, um bar de vampiros e outras criaturas místicas, e ler mentes que contenham informações sobre seu namorado.

Apesar do melhor livro, foi o menos fiel adaptado para a televisão. A terceira temporada foi muito boa, fato, mas eles adiantaram muitas coisas, como a origem de Sookie ( fica para quem vê a série ou já leu os livros ) que só aparece no livro 6 – pelo o que sei. A relação Alcide-Sookie é tão esquisita para Sookie quanto para os leitores, achei isso uma ótima jogada de Charlaine. Por mais que se sintam atraídos pelo outro, finjam namorar e Alcide querer superar sua namorada Debbie, que o largou, e Sookie seu namorado Bill, que a traiu, assim como a garçonete, não sabemos responder a grande questão : Alcide e Sookie? Pena que devido aos acontecimentos um tanto corridos, eles nem puderam pensar muito, deixando a oportunidade vaga, talvez para ser melhor elaborada em outro livro.

Em Club Dead, Sookie sofre mais danos do que nos outros livros. Com vampiros a precisando para serviços a toda hora, ela tendo de largar sua vida normal para lugares que sempre possuem novas regras, perigos e assuntos a serem decididos com uma seriedade maior do que ela gostaria de lidar com, nessa busca por seu ( ex? ) namorado, ela terá de fazer uma importante decisão que mudará tudo.

O próximo livro, Dead to the world, lançado esse mês no Brasil com o título de Procura-se um vampiro ( mais informações no skoob ), é por muitos considerado o melhor. Mal posso esperar para comprar meu exemplar em inglês e lê-lo antes da estréia da quarta temporada ( provavelmente em Junho ). Espero que tenha conseguido convencer os desistentes a me acompanharem 😉

Nota : O blog  Sucker for Vampires postou um trecho de entrevista com Charlaine Harris, onde a autora afirma que, com a chegada do 11° livro da série ( Dead Reckoning ) às livrarias, os dois próximos volumes podem ser os últimos. Motivo ? Mesmo amando a Sookie, deseja escrever sobre outras coisas, o que não pode fazer sem o término da saga. ( Fonte : Sucker for Vampires ).

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

5 pensamentos sobre “Club Dead

  1. Como te disse no twitter, me convenceu há tempos a continuar lendo a série.
    Mas há de concordar comigo, do primeiro para o segundo a diferença de personalidade dos personagens é chocante, quero ver o terceiron e o quarto pra ver se não corto os pulsos hehe

    Amei a resenha

    Bjuu

    • Há sim, muita diferenca, é verdade. O que eu acho que menos muda é a Sookie, mas de resto… Em Club Dead o que dá mais agonia é o Bill, que muda completamente. Acho que essa mudanca dele do 1 para o 2 e do 2 para o 3 foi meio proposital. É para cair a máscara e descobrirmos quem ele é de verdade. Se bem que tem muito pela frente, entao nem posso falar muito rs

      Obrigado 🙂

      Beijos,

      Victor

  2. Meu sonho são esses livros..sou apaixonada pelo seriado.
    Eu li o primeiro mas foi pelo note…amei mt! A Sookie do livro é bem mais legal.
    Victor obrigada pelo comentário lá na minha resenha fiquei feliz!
    HAHA

    Adoro Kath tb quero ela de volta ownando e acabando com a tranquilidade do povo de Mystic Falls.

    até

    Nana [http://obsessionvalley.blogspot.com/]

    • O seriado é muito bom mesmo. Os livros tao bons quanto – se bem que os personagens dos livros, tais como a Sookie, sao melhores. De nada rs Ainda vou fucar lá, é que nao tive tempo =/ Ah, sim. A Kath tem que voltar. Vou fazer até protesto daqui a pouco huahua

  3. Ai, que bom que a Charlaine vai encerrar a saga logo (ou planeja encerrá-la, o que já é um começo). Fiquei bem preocupada depois que você apontou a possibilidade dela morrer e deixar a coisa sem conclusão .___.

    É uma preocupação muito válida. Então, por mais que eu adore a série, prefiro que ela tenha uma conclusão do que 20 volumes e um final escrito por Eoin Colfer (ok, foi maldade, eu gosto dele).

    Club Dead é bom, mas depois de ler o quarto livro, passei a enxergar este terceiro como “aquele que leva ao quarto livro”. haha

    :**
    Léka

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s