Resenha: Diários do Vampiro: O Confronto

Crítica – Dando continuidade ao primeiro livro, Diários do Vampiro – O Confronto começa no exato momento que o anterior acaba. Assim, iniciamos o livro dois com a mesma curiosidade e expectativa que tínhamos ao ler o primeiro – isso ocorreu comigo depois de ter lido o primeiro há um pouco menos de um ano. Depois de alguns parágrafos, percebi que a atmosfera misteriosa, romântica e arrepiante do livro um é típica da série. Senti-me desse modo ao ler o livro. A narrativa vai dando continuidade aos acontecimentos pendentes do anterior e somos apresentados a novos problemas e ao um importantíssimo personagem, o qual não ganha muito destaque no livro um, Damon. Seu relacionamento com Elena é o principal foco dessa sequência. Eram tantas tramas acontecendo ao mesmo tempo, tantas coisas que Elena devia solucionar que fiquei pensando como seria possível o livro ter somente aquele número de páginas, entretanto, chegando mais perto do final, pude ver que alguns problemas superam os outros e, estes deverão ser deixados para o terceiro livro. Gostei muito do livro, motivo pelo qual o li tão rápido. Recomendo para qualquer que goste de vampiros, suspense e um bom livro.

Resenha – Elena sabe que algo de errado aconteceu com seu namorado vampiro, Stefan. Ao confrontar o irmão do mesmo, o sedutor e perigoso vampiro Damon, ela está mais certa que este último fez algo a Stefan. Ele diz à jovem que a quer como vampira ao seu lado e, isso acontecerá antes que o inverno chegue. Junto com seus amigos, Meredith, Matt e Bonnie, Elena procura por seu namorado. Por meio de uma visão de Bonnie, os amigos de Elena descobrem o rapaz está até um poço abandonado, onde o acham todo ferido. Bebendo um pouco do sangue de sua amada, ele logo se recupera, não precisando de médicos.

Todos da cidade pensam que Stefan é o assassino do professor de história, Sr. Tanner. Elena é a única que acredita em sua inocência. A jovem, além de não estar tão popular quanto antes – devido ao fato de estar junto com o suposto assassino – anda recebendo recados em violeta com escritos do seu diário – o que sumiu no primeiro livro. Como se não bastasse se sentir excluída e com alguém que  roubou seu diário a expondo, o Damon está aparecendo na casa de Elena e em festas que a garota vai, fazendo todos gostarem dele e preferirem que ele fique com Elena. O vampiro não irá sossegar até que eles troquem sangue. Stefan está fraco e se recusa a beber sangue humano. Sua ajuda é inútil, por tanto, Elena só tem a ela mesma para resolver todos os problemas.

Com um final surpreendente e uma narrativa misteriosa e intrigante, Diários do Vampiro – O Confronto deixa “água na boca”, fazendo-me  esperar ansiosamente pelo terceiro livro da série.

Curiosidades

A série Diários do Vampiro é formada por duas trilogias – com um livro intermediário entre elas, Reunião Sombria. Recentemente, autora declarou que mais uma trilogia foi confirmada.

Série Diários do Vampiro

Trilogia 1

O Despertar ( The Awakening ) – Resenha do livro um

O Confronto ( The Struggle)

A Fúria ( The Fury )

Reunião Sombria ( Dark Reunion )

Trilogia 2 – The Return (O Retorno)

Nightfall ( Anoitecer )

Shadow Souls ( Almas Sombrias )

Mignight ( Meia-noite )

A série foi adaptada para a televisão em 2009. No Estados Unidos, o canal que a transmite é o CW. No Brasil, o canal que a transmite é o Warner Channel. Leia a resenha sobre a série

Um pouco sobre a autora

Lisa Jane Smith, mais conhecida por L. J. Smith, é uma escritora americana que vive na Califórnia e publica livros de vários gêneros, entre eles, horror, ficção científica, fantasia e romance. Parou de escrever no ano de 1998, devido a seu cunhado que estava com câncer. Ela passou a maior parte do tempo com sua irmã, Judy. Devido a esse período, ela passou dez anos sem escrever. “Acho que foi ela, como um anjo, que me deu a força e a inspiração para voltar a escrever” – diz Jane. Sua série de maior sucesso é Diários do Vampiro. Escreveu até o quarto livro na década de 90 e voltou com uma segunda trilogia recentemente, em 2009. Fã de C. S. Lewis e J. R. R. Tolkien, ela acredita na eterna luta das sombra com a luz, na qual a luz sempre sai ganhando. “Queria escrever livros como os deles, onde o Bem enfrenta o Mal e vence. Queria ser Frodo, morrendo de medo em Mordor, consciente de que o Mal que enfrenta é muito maior e mais poderoso do que ele, mas capaz de reunir a coragem necessária para tentar e chegar a ser um herói. Queria transmitir aos jovens que não devem renunciar à esperança.” – diz Jane

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

Um pensamento sobre “Resenha: Diários do Vampiro: O Confronto

  1. Pingback: Diários do Vampiro – A Fúria « Blog das Resenhas

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s