Resenha: Jane Austen – A Vampira

Crítica – A primeira coisa que pensei sobre o livro foi : ” Gosto de Jane Austen. Gosto de vampiros. Irei, provavelmente, gostar de Jane Austen – A Vampira“. Minha suposição estava correta. Gostei muito do livro. É super engraçado. Cada capítulo vem com um trecho do manuscrito não publicado de um livro de Jane Austen, Constance, o qual ela consegue publicar quando vampira. Os trechos sempre tem a ver com o capítulo. Jane Austen é muito engraçada, mesmo sendo uma vampira. Parece que estamos mesmo assistindo sua vida continuar, fazendo-a viver o romance que nunca conseguiu viver. Apesar de parecer um sátira mal feita, Jane Austen – A Vampira com certeza faria a autora muito feliz. Elevando a querida romancista inglesa, o livro a transforma em uma vampira cansada da imortalidade e de não receber direitos autorais, porém, que consegue dar a volta por cima, publicando um novo livro e vivendo um novo romance.

Resenha – Jane Austen é uma vampira. Mora na pequena cidade de Brakeston, Nova Iorque, Estados Unidos. Trabalha em uma livraria e fica frustrada por não receber diretos autorais. Além de não ganhar nada pelas paródias, deve aguentar títulos como “Esperando pelo Sr.Darcy” e “O livro de fitness de Jane Austen“. Seu novo romance, Constance, é negado por todas as editoras. Sente-se arrasada, achando que nunca mais irá publicar alguma coisa. Não se envolve a tempos com os de sua espécie e, ignora Walter, um homem da cidade que está apaixonado por ela. Nada anda muito bem.

As coisas começam a mudar quando, a ponto de apagar seu romance, Jane recebe um e-mail dizendo de uma editora dizendo que eles tem interesse em publicar o livro. Animada, ela responde o editor e marca um encontro com o mesmo em Nova Iorque. Antes de viajar, Jane aceita, enfim, um enc0ntro com Walter. Ela vai à festa de Ano Novo dele, descobrindo que sua esposa morreu afogada a algum tempo. Sente-se culpada por ter ignorado-o. Acaba por beijá-lo na contagem regressiva da virada.

Em Nova Iorque, fica super animada com seu livro que será, realmente, publicado. Ao voltar para a cidade, encontra Brian George, cliente de Walter, que na verdade é Lord Byron, o poeta inglês vampiro que a converteu. Ele quer Austen de volta, ameaçando fazer da vida dela um inferno caso ela não venha com ele. Nesse tempo de confusão, ele lembra Jane um fato importantíssimo : Walter não sabe que ela é uma vampira e, mais cedo ou mais tarde, irá perceber que ela não envelhece, podendo largá-la por descobrir seu segredo por si próprio.

Com um poderoso vampiro que a quer de todo jeito atrás dela, saudades de sua irmã, um romance que tem tudo para dar errado e um livro prestes a ser publicado, Jane Fairfax – ela mudou de sobrenome para não a reconhecerem – tem muitas coisas para resolver, e ser vampira não ajuda em nada. Viver para sempre pode complicar ainda mais as coisas…

Um pouco sobre …

Jane Austen – A lendária escritora de Orgulho e Preconceito nasceu em Steventon, Hampshire, Inglaterra.Extremamente feminista, Austen trata sempre do romance vivido por suas lendárias e clássicas protagonistas. Além de escrever fantásticas histórias de  amor, sua própria vida foi uma. Jane foi cortejada por Thomas Lefroy, mas não puderam se casar por causa de sua situação financeira. Ela recusou dois pedidos de casamento : o do reverendo Samuel Blackall e o de Harris Bigg-Whiter. Há rumores de que Jane se apaixonou por um homem em 1800, na cidade de Bath. Tudo acabou mal, pois ele morreu antes que pudessem se casar. Jane morreu solteira. Ela abandonou um romance pela metade devido ao seu estado de saúde.  Morreu com quarenta e um anos de idade dizendo “Não quero mais nada que a morte“.

Michael Thomas Ford – Nasceu em 1969, nos Estados Unidos. Ganhou vários prêmios e, dois deles, voltados para literatura homossexual, o Gay Men’s Romance ( duas vezes )  e o Gay Men’s Mystery. Foi também nomeado para o prêmio Horror Writers Association Bram Stoker Award, por seu romance The Dollhouse That Time Forgot.


Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

Um pensamento sobre “Resenha: Jane Austen – A Vampira

  1. Pingback: Entrevista com Michael Thomas Ford « Blog das Resenhas

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s