Festival de Vampiros – Vampiros de Verdade # 1

Vampiros são seres noturnos, criaturas sedutoras  e imortais que se alimentam de sangue para sobreviverem. Segundo diversos mitos, são sensíveis a luz solar, a objetos religiosos, alho e morrem quando uma estaca em cravada em seu peito. Como muitas outras lendas, o mito dos vampiros foi baseado em fatos que as pessoas não puderam explicar. Do folclore brasileiro, temos, por exemplo, temos diversas lendas que foram criadas a partir de fenômenos sem explicação.  Como explicar a uma sociedade pouco evoluída, sem conhecimentos científicos, que a pessoa era doente e, por isso, bebia sangue ? Como explicar que, após a morte, o cabelo e as unhas podem continuar crescendo, em certos casos, porém, isso não tem nada a ver com o fato da pessoa ter voltado a vida ? São esse e outros motivos que fundaram a  lenda dos vampiros. O mito se fortaleceu com o tempo, devido a sua adaptação para a literatura. O vampiro evoluiu de um monstro para um ser com aparência de humano, porém, sedutor, pálido que é capaz de se relacionar com os humanos, se assim quiser. A coluna Vampiros de Verdade irá trazer casos de pessoas que realmente se portaram como vampiros, casos famosos e escandalosos sobre o vampirismo na vida real. Espero que gostem da mesma ! Boa leitura !

O Vampiro de Düsseldorf

 

Capa do DVD do clássico

A história real foi adaptada para o cinema em 1931 com o título de M, O Vampiro de Düsseldorf. Nele, um serial killer persegue crianças, matando-as, e sempre foge da polícia. Entretanto, ele é pego por criminosos que decidem fazer justiça com as próprias mãos.

Retrato de Peter Kürten

O diretor Fritz Lang adaptou a mórbida história para as telonas quando o assassino já tinha sido pego. O verdadeiro “vampiro” é Peter Kürten ( 1883 – 1931 ). Ele aterrorizou a cidade alemã entre 1929 e 1930. Dizem que matou pela primeira vez aos nove anos e, ao tentar repetir o ato quando mais velho, foi preso. Após sair da prisão, começou sua “carreira” de serial killer. Matou nove pessoas só em Agosto de 1929. Alguns falam que ele sofria de um mal chamado hematomania, o que fazia ele beber o sangue de suas vítimas e ter prazer em ver o mesmo jorrando. Foi pego em 1930, sendo decapitado no dia 2 de  Julho de 1931. Uma de suas vítimas escapou de ser morta e acabou o identificando para a polícia.

Fonte – Revista Mundo Estranho – Edição Especial Vampiros – pág 14

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

Um pensamento sobre “Festival de Vampiros – Vampiros de Verdade # 1

  1. Pingback: Festival de Vampiros – Vampiros de Verdade « Sucker for Vampires

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s