Entrevista com Chris Wooding

Chris Wooding é um autor inglês de ficção. Dos dezesseis livros já escritos, só dois vieram para o Brasil. Ele nasceu em uma pequena cidade da Inglaterra, Leicestershire, onde não acontecia muita coisa. Dado o fato da extrema tranquilidade, ele começou a escrever romances, sendo descoberto por uma agente aos 18 anos e tendo seu primeiro contrato de publicação aos 19.Começou a se dedicar exclusivamente ao ramo literário quando virou adulto, ganhando vários prêmios e tendo seus livros traduzidos para várias línguas. Atualmente, tem 32 anos e mora em Londres.

Consegui contactar o autor e trouxe a vocês uma fantástica entrevista. Tentei ser eclético e original nas perguntas e Chris colaborou, respondendo-as de maneira inteligente, engraçada e também original. Abaixo temos um papo muito animado sobre Fanfarrões, unicórnios, metralhadoras e muita fantasia…

» Entrevista

Quando você começou a escrever ?

Eu sempre escrevi histórias. Eu comecei a escrever romances quando eu tinha 16 – nós vivíamos no meio do nada, e eu estava entediado. Eu fui escolhido por uma agente aos 18, quando estava na universidade, e tive meu primeiro contrato de publicação aos 19.

Ao invés de ser um escritor, já pensou em trabalhar com outra profissão ?

Eu sempre soube o que queria fazer quando criança. Se não fosse escritor, eu estava determinado a ser uma estrela do rock. Acontece que eu era melhor em um do que em outro…

Qual seu livro, escritor, filme e série de TV favoritos ?

Ah, cara, não sei. Meus favoritos mudam todo o tempo. Desculpe, eu tenho que passar essa pergunta.

Em “A maldição de Alaizabel Cray”, o que inspirou você a criar essa Londres cheia de segredos, medo e monstros ?

Vivendo aqui. Quando eu me mudei para Londres, eu a odiei, então escrevi um livro sobre essa impressão, e isso foi o que inspirou AMDAC. Eu amo Londres agora, mas levou um bom tempo.

Aqui, no Brasil, as editoras só publicaram dois dos seus livros ( “O Estranho Destino de Poison” e “A Maldição de Alaizabel Cray” ). Se você pudesse nos enviar um de seus outros livros para traduzir, qual seria este livro ?  Por que ?

Retribution Falls. Porque tem metralhadoras, piratas, espadas, dirigíveis, golens, demônios, traidores, fanfarrões e piadas sarcásticas em abundância. O que mais você quer em um livro ?

Você já pensou em transformar um dos seus livros em um filme ? Caso sim, qual livro(s) ?

Não cabe a mim ! Cabe às pessoas que tem milhões de dólares para gastar em produções cinematográficas. Dito isso, “A Maldição de Alaizabel Cray” foi escolhido por um produtor de cinema, e “Malice” está sendo desenvolvido como um filme agora, mas se eles vão algum dia transformá-los em filmes, ninguém sabe.

Você escreve muito sobre fantasia. Você pensa que todo mundo deveria ler livros com fantasia ? Por que ?

Eu acho que todo mundo deveria experimentar fantasia. Muitas pessoas torcem o nariz sem descobrir o que é bom sobre ela. Uma boa fantasia carrega um espelho para o mundo real e nos conta histórias que não podem ser contadas em nenhum tipo de ficção “realista”. Mas se eles não gostarem depois disso, tudo bem. Cada um com seu cada um.

Está planejando escrever/publicar algum livro novo ? Poderia nos contar um pouco sobre ele?

The Black Lung Captain, o qual é a sequência de Retribution Falls, está para ser lançado no Reino Unido. E ele tem metralhadoras, piratas, espadas, dirigíveis, golens, demônios, traidores, fanfarrões e piadas sarcásticas em abundância, assim como o último. Porque você nunca pode ter muito de uma coisa boa.

Qual sua criatura mágica favorita ? Por que ?

Unicórnios. Você pode usar seu chifre com um abridor de garrafas.

Você tem um lugar/cidade/estado favorito no Brasil ? Qual e por que ? 

Infelizmente, eu nunca fui para o Brasil, e a maior parte do que vi foram filmes sobre as favelas, como “A Cidade de Deus”, os quais, obviamente, não são muito legais. Então, eu acho que vou dizer o Estado Olimpico João Havelange (Engenhão), onde eu pelo menos poderia assistir futebol…

Perguntas Rápidas – Diga (escreva) a primeira coisa que vier a sua mente.

uma música Coheed and Cambria * Nota adicional ( feita por mim ) – Vídeo da música
uma cidade  Londres
uma  pessoas famosa – Charles Darwin
uma frase – “A stitch in time saves nine”- * Nota adicional ( feita por mim ) – Um ponto ( ponto de costura ) a tempo salva nove. Provérbio inglês que expressa a idéia de que uma ação feita imediatamente previne problemas futuros.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              uma data especialPrimeiro de Setembro – um, esse é o aniversário que celebra a data na qual eu e minha namorada ficamos juntos… *corando*
um país Espanha
uma comida – Wraps de bolinho de grão de bico com espiga de milho.  *Nota adcional ( feita por mim ) – Falafel wraps são sanduiches, geralmente de wraps, pão parecido com o pão árabe, contendo bolinhos de grão de bico. Fotos
uma cor Azul

Se você quiser mandar uma mensagem para seus leitores aqui no Brasil, esse espaço é todo seu.
Nos entregue todos seus jogadores de futebol, eles são melhores que os nossos !

Espero que tenham gostado ! Em breve resenhas sobre os livros de Chris.

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

6 pensamentos sobre “Entrevista com Chris Wooding

  1. Você escreve muito sobre fantasia. Você pensa que todo mundo deveria ler livros com fantasia ? Por que ?

    Eu acho que todo mundo deveria experimentar fantasia. Muitas pessoas torcem o nariz sem descobrir o que é bom sobre ela. Uma boa fantasia carrega um espelho para o mundo real e nos conta histórias que não podem ser contadas em nenhum tipo de ficção “realista”. Mas se eles não gostarem depois disso, tudo bem. Cada um com seu cada um.

    Gostei da pergunta e da resposta. Hoje ouvimos tantas críticas pesadas a livros que fazem sucesso e pior, ofendendo aqueles que gostam… Como bem disse o entrevistado: “cada um com seu cada um”…

    Parabéns pelo seu Blog. De vez em quando entro para ver as novidades… Um abraço. Iza.

    • Olá !

      Fico feliz que tenha gostado da pergunta. A escolhi com muito cuidado e me imprecionei com a resposta de Chris, ele é realmente o máximo. Realmente, nao podemos julgar antes de ler. Eu nao gosto da série House of Night, mas nao apresentei crítica ou opniao concreta sem antes ler o primeiro livro da saga. Consigo, mesmo nao gostando, ver que ali estao elementos que podem atrair certo tipo de pessoas, porém, isso nao ocorre comigo.

      Obrigado, fico feliz que o leia.

      Abracos,
      Victor

  2. Adoreeeei! rsrs, ele parece ser legaal. Mas também achei meio estranho. Rsrs, de qualquer forma, gostei da entrevista!
    Parabéns!

  3. Gente esta entrevista foi boa. Mesmo que eu apenas a tenha lido um ano depois. Sendo sincera Chris Wooding é de longe meu escritor favorito. Alaizabel Cray é meu livro favorito, seguido de Poison, Os dois simplesmente me dão pesadelos, mas me inspiram. Retribution Falls é outro livro muito bom, mas tanto ele quanto The black Lung captan tive que ler em ingles o que nao permitime a minha mãe e meu irmao compartilhar comigo. Malice também é perfeito. Eu preciso de importar Havoc de tão desesperada que estou para lê-lo.
    Muito obrigada pela entrevista.
    Por favor mais livros para o Brasil preciso de inspiraçao para escrever também.
    Bjos
    Camila

  4. NOssa, como você conseguiu fazer contato com ele? Eu tenho esses 2 únicos livros que vieram para o Brasil. COmprei-os numa promoção de livros da faculdade e dei muita sorte! Sempre suspeitei que esses eram os 2 únicos livros, pois nunca achava os outros. Os livros realmente são incríveis! VIrei fã dele…E ele ainda tem uma banda pelo que parece ( não li a entrevista toda, então não sei se isso foi citado aí…Não li pois estou muito cansada agora mas vou deixar isso pra amanhã, com certeza!) rsrsrsrs….Gostei muito do blog.

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s