Festival ” Volta às aulas ” (1)

Como de prometido, a partir de hoje ( Dia da Escola ) até o dia 17 estará rolando no site o Festival ” Volta às aulas”, onde os livros que são pedidos nas provas de vesttibular – ou as provas convencionais mesmo – vão estar com suas resenhas completas aqui no blog. Hoje, falaremos dos livros mais importantes do Romantismo ( Período Literário do séc. XIX ) e os livros que irão cair com certeza na FUVEST  de 2011.

Livros que iram cair na FUVEST de 2011 :

“Auto da barca do inferno” – Gil Vicente
“Memórias de um Sargento de Milícias” – Manuel Antônio de Almeida (Hoje)
“Iracema” – José de Alencar ( Hoje )
“Dom Casmurro” – Machado de Assis
“O Cortiço” – Aluísio Azevedo
“A Cidade e as Serras” – Eça de Queirós
“Vidas Secas” – Graciliano Ramos
“Capitães da Areia” – Jorge Amado
“Antologia poética” (com base na 2ª ed. aumentada) – Vinícius de Moraes

Romantismo

Antes que se confudam, vamos esclarecer o termo. Existem 3 parecidos : romance, romantismo, Romantismo.

Um romance não é necessariamente a relação amorosa de homem de mulher. Este termo também é designado para um livro ( Como todos que iremos resumir ). O romantismo é o comportamento amoroso. E por fim, Romantismo é o estilo literário do século XIX que vai falar não só da relação amorosa como também do amor pela pátria e pela liberdade. Temos ele dividido em verso e em prosa, porém só falaremos da prosa. Nesta, temos três tipos distintos de romances, dos quais citaremos dois livros, porém só  resumiremos detalhadamente um deles.Veja abaixo os tipos de romances e seus respectivos exemplos :

. Romances Indianistas: Iracema e O Guarani , ambos de José de Alencar

. Romances Urbanos : Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Alemeida e Senhora, de José de Alencar.

. Romances regionias : O Gaucho, de José de Alencar e Inocência , de Visconde de Taunay ( pronuncia-se Tôné )

Vamos entao às resenhas :

Romances Indianistas :

1) Iracema – ( Buscar post  antigo ou acessar o seguinte link : https://mestredasresenhas.wordpress.com/2009/12/25/iracema/ )

2) O Guarani – Também de José de Alencar, o livro conta a história do índio Peri, o guarani em questão que apesar de corajoso e respeitado, fica subjulgado por sua dona Ceci, por quem se apaixona. ( Não irei entrar em detalhes sobre estes livro, pois como foi dito acima, me concentrarei mais nos que irão cair na FUVEST, ou os que são mais pedidos na escola ( o caso de Iracema ) – Dica ! – O livro tem uma versão em HQ, o que pode tornar sua leitura mais agradável, veja : http://hqmaniacs.uol.com.br/principal.asp?acao=noticias&cod_noticia=20682

Romances Urbanos

1) Memórias de um Sargento de Milícias –  “Era no tempo do rei ” – famosa frase do livro. Escrito por Manuel Antônio de Almeida, a história narra a história de Leonardo, filho de um homem de mesmo nome – apelidado de Pataca – que o abandonou depois de sua mulher o trair e fugir com seu amante. Quem passa a cuidar do travesso menino desde então é seu padrinho, o barbeiro. Sua infância é marcada por diversas travessuaras, e pela sobrinha da amiga de sua madrinha, Luisinha, por quem ele se apaixona. O destino do menino fica inaberto, não se simpatizando com a escola e muito menos com o ofício de padre, até que seu padrinho morre, e e ele se torna adolescente. Vai morar a partir daí com seu pai. Como não se simpatiza com sua madrasta, logo arruma confusão e foge, depois de ser ameaçado pelo pai que carregava uma espada,  se metendo com amigos do seu tempo de menino malandro. Arruma diversas outras confusões, das quais escapa e enfurece o Vidigal – principal autoridade da região – , até que este o pega e o faz de soldado. Luisinha se casa e Leonardo está servindo no exército. Quando sua amada fica viúva, este vai atrás dela e reatam seu velho namoro infantil. O problema é que nesta mesma época ele é promovido à sargento e não pode se casar. O Vidigal, pressionado pela madrinha de Leonardo e pela tia de Luisinha, concede a Leonardo o posto de sargento de milícias, podendo se casar e finalmente ser feliz ao lado de Luisinha. O livro é muito divertido e prende o leitor até o final. Quase que acabo o livro em um só dia, se pudesse lê-lo sem parar. Também possui versao em HQ, veja : http://www.bigorna.net/index.php?secao=lancamentos&id=1175311768

2) Senhora – Escrito por José de Alencar, o livro foi inovador para sua época. Antes de começarmos, e preciso ter conhecimento de um importante fator : o dote. Ao casar, a mulher oferece um dote ao marido, uma quantia que ele recebe assinando o contrato de que irá se casar com a mulher. Vamos enfim a historia. Aurélia ( A Senhora, personagem principal ) se apaixona por Fernado, porém este a deixa para se casar com Adelaide, que é mais rica. Com raiva da ganância e da indiferença de Fernando, esta se torna mais rica com a heranca do avô e Fernando vem correndo se reconciliar. Eles se casam, porém, deixando bem claro que ela comprou Fernando por seu dote, eles não dormem nunca juntos e, ela ironiza suas atitudes na sociedade. No final, percebendo que nunca deixou de amá-lo e, este ao ponto de lhe devolver o dote para se separar, Aurélia se entrega a Fernando.

Romances Sertanistas :

Capa Original do livro

1) Inocência – Escrito por Visconde de Taunay, a história é considerada o Romeu e Julieta brasileiro. Inocência é prometida a um sertanejo bruto chamado Manecão, porém, quando esta fica doente, se apaixona por Cirino e, quando e este vai embora, ela se recusa a casar-se com Manecão. Seu pai fica sabendo de Cirino, assim como Manecão, que corre atrás do rapaz e o mata. Inocência morre de tristeza.  ( Não irei entrar em detalhes sobre estes livro, pois como foi dito acima, me concentrarei mais nos que irão cair na FUVEST , ou os que são mais pedidos na escola. Os Romances sertanistas pouco são cobrados em geral. )

2) O Gaúcho – Escrito por José de Alencar. O Gaúcho narra a história de um menino, Manuel Canho, que admira muito a seu pai, grande conhecedor de cavalos, que é assassinado. O filho nunca o esquece. Odeia o padrasto e, após a morte desse, busca vingar o assassinato do pai.  Depois de vingado, Manuel apaixona-se por Catita. Durante uma viagem de Manuel, a moça deixa-se envolver por outro homem, mas, quando Manuel regressa, Catita arroja-se a
seus pés, protestando-lhe o amor. Manuel afasta-se no seu cavalo, mas a moça lança-se à garupa e o livro termina com os dois cavalgando pelo pampa infinito.

Anúncios

Sobre Victor

Gosto de cheiro de livros novos e de biblioteca com livros velhos, de livros ( dessa vez das letras mesmo ), de chocolate, de escrever, de ficar no computador, de dias frios com céu bonito, de ir ao cinema, passear no shopping com os amigos e de viajar. Ensino inglês e um dia ainda quero publicar alguma coisa. Bolsa Amarela, Harry Potter e a pedra filosofal , Entrevista com o vampiro e Crônicas de uma namorada são meus livros favoritos. Perdi a conta de quantas vezes vi "A Múmia". Quanto às séries que gosto, sempre mudo. Elas têm suas temporadas e eu tenho as minhas.

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s