Resenha: Eu sou o Número Quatro

Eu devia ter postado isso aqui ontem, mas foi meu primeiro dia na faculdade e tal, início pra calouro não é tão fácil. HAUHA

Nós podemos estar passando por você bem agora.

Nós estamos observando enquanto você lê isso.

Nós podemos estar na sua cidade, no seu bairro.

Nós vivemos escondidos.

Nós estamos esperando pelo dia em que

Nós vamos nos encontrar.

Nós vamos estar pela juntos última vez juntos – se

Nós vencermos,

Nós vamos estar salvos, e

Vocês estarão salvos também.

SE NÓS PERDERMOS, TUDO ESTARÁ PERDIDO.

Ontem foi o lançamento de Eu sou o Número Quatro, livro que eu li faz uns meses e realmente me surpreendeu. A sinopse em si já chamou atenção, mas, só para variar, o livro foi bem diferente do que eu imaginava.

O livro é sobre John, ou o Quatro, se preferir, um dos dezoito alienígenas que vieram para Terra. Nove deles, incluindo John, são crianças que vão desenvolver os legados (poderes especiais), os outros nove, seus tutores. Eles estão aqui para fugir e se esconder dos Mogadorians, outros extraterrestres que invadiram Lorien, o planeta deles. Para ajudar a sobreviver, foi criado uma espécie de feitiço que faz com que só possam ser assassinados na ordem enquanto estiverem separados (daí isso de Número Quatro). Bem, os três primeiros foram pegos, agora é a vez do Quatro.

Então, o livro começa com isso de ter que lidar com a ideia de que o perigo está na porta da frente, nada mais o protege. O problema é que os seus legados ainda não se desenvolveram e, se isso não acontecer logo, não terá muito além da força e velocidade “alienígena” para lutar contra esses seres horríveis que exterminaram praticamente a sua raça inteira. Só esse medo e essa preocupação já criam grande parte da tensão da história

A outra parte, que também merece destaque, é a vontade que John tem de ser um adolescente (americano) comum. Ele veio de Lorien bem pequeno, mal lembra do planeta de origem, mal lembra de ter uma vida comum. Não sabe o que é passar bastante tempo no mesmo lugar, se acostumar com tradições. Ele não sabe o que é ter uma namorada ou mesmo amigos, já que a ordem sempre foi não se aproximar demais para não acabar chamando atenção. Enfim, ele não teve nada da coisas normais da vida de um adolescente qualquer e agora está cansado de passar despercebido.

Como você já pode imaginar, o grande conflito do livro é isso. Os encargos de ser um alienígena com o dever de manter a própria raça contra a vontade de aproveitar a vida sem preocupações. E, se você for pensar, é um conflito comum dos jovens, né? Ter que assumir as responsabilidades de adulto, mas querer continuar sendo uma criança. Vou fazer uma pausa aqui. QUE? É, antes que você pense que é um livro comum desses chamando atenção para os jovens e blablabla. Não, isso é se você reparar bem, principalmente porque a história trata disso de modos extremos: de um lado, salvar o mundo (literalmente), do outro, viver o que nunca teve.

É um livro fácil de ler, a escrita é simples, o ritmo é bom. Quando você vai chegando no final, a história voa. Também devo alertar que não é nada como OH, É O MELHOR LIVRO DA MINHA VIDA, AI MEU DEUS, mas pode ser uma leitura bem legal.  Eu não gosto nem de pensar em ter que esperar pelas continuações… Se quiser comparação, eu não colocaria no mesmo nível de Hunger Games (versão em inglês de Jogos Vorazes) ou Harry Potter, mas pode ocupar muito bem o mesmo da série Instrumentos Mortais, a do livro Cidade dos Ossos. E até emparelhar com Percy Jackson. Talvez o perfil de leitor de todos esses seja o mesmo, mas acho que esse tem uma abertura maior para garotos.

Extras:

Se você não tem paciência para ler, os cinemas marcaram a estreia no filme no Brasil para 15 de abril. Parece que o filme vai dar muito mais atenção ao lado alienígena da história e trazer mais ação.

Já o segundo livro da série, The Power of Six, tem previsão de lançar nos EUA em 23 de agosto desse ano. Ainda não está certo sobre quantos livros da série serão ao todo, mas dizem por aí que será um para cada sobrevivente, ao todo seis livros.

Para quem quiser saber mais, quer notícias ou até ajudar com informações: Lorics. Fique de olho que serão feitos vários eventos em cidades pelo Brasil, a sua chance de discutir sobre o livro e ainda ganhar brindes!

 

 

Título: Eu sou o Número Quatro

Primeiro da série Legados de Lorien

Autor: Pittacus Lore

Editora: Intrínseca

Já está nas livrarias

 

 

About these ads

9 pensamentos sobre “Resenha: Eu sou o Número Quatro

  1. Ain, ontem eu fui no evento e já fiquei com muiiita vontade de lê-lo! E agora com a sua resenha eu fiquei mais ainda! Que droga, porque eu resisti e não comprei ele ontem, ein, porque?
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

  2. Bom, de acordo com a sua comparação, de Cidade dos Ossos e Percy Jackson, com certeza eu vou amar então, já que adoro esses livros *-* Tinha muita curiosidade em ler resenhas a respeito desse livro, e adorei a sua! Me empolgou mais pra ver o filme, e quem sabe se gostar até ler o livro!

    xx carol

  3. Eu achei bem gostoso ler Eu sou o número Quatro. E quanto a esperar o próximo, eu sou curiosa demais, e algumas coisas q ficaram no ar no final, ah isso vai comer o meu juízo, quero saber o q tinha de importante em Paradise…cheia de especulações….

  4. Sempre gostei de livros desse gênero, cheios de ação e ficção. Esse livro dever ser foda! Pena que ainda não tive a oportunidade de lê-lo, quero muito comprar logo o meu e quem sabe assistir ao filme também..
    A próposito, ótima resenha!

  5. fico muito curioso pra saber o que vai acontecer com john e sarah, o que realmente existe naquela caixa, quem saiu do planeta naquela nave,onde esta o pai de sam, ainda bem que vai ter o LIVRO de “power of six” que em portugês poder do seis, esta marcado pra lançar em agosto nos EUA, aqui no Brasil tem previsão pra lançar em outubro, novembro, ja a adaptação para cinema do segundo filme ainda não começou, mais o diretor disse que o primeiro teve uma otima repercusão e que tem projeto pra o segundo filme, agora é so esperar ner (yyyyyyynnnnnn)

Escreva seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s